Economia

Monitor do PIB da FGV aponta alta de 0,3% em novembro ante outubro

COMPARTILHE
12
Advertisement
Advertisement

O Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro cresceu 0,3% na passagem de outubro para novembro, segundo o Monitor do PIB, apurado pelo Instituto Brasileiro de Economia da Fundação Getulio Vargas (Ibre/FGV). Na comparação com novembro de 2018, a economia cresceu 1,6% em novembro de 2019.

Quarta-feira de Cinzas foi de forte correção nos ativos domésticos

Como esperado, a Quarta-feira de Cinzas foi de forte correção nos ativos domésticos ao...

Bolsas de NY fecham na maioria em baixa, com disseminação de coronavírus

As bolsas de Nova York fecharam mistas, nesta quarta-feira, 26, com o Nasdaq decolando...

Bolsa fecha em queda de 7% e retorna a níveis de meados de novembro

Para quem temia a possibilidade de acionamento de 'circuit breaker', a perda de 7%...

“O resultado positivo da economia em novembro, em comparação a outubro, foi influenciado pelo consumo, tanto do mercado interno quanto do externo, com crescimento do consumo das famílias e das exportações”, justificou Claudio Considera, coordenador do Monitor do PIB-FGV, em nota oficial.

O Monitor do PIB antecipa a tendência do principal índice da economia a partir das mesmas fontes de dados e metodologia empregadas pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), responsável pelo cálculo oficial das Contas Nacionais.

Advertisement
Advertisement
Continua depois da publicidade

“Destaca-se que o crescimento do consumo das famílias está sendo impulsionado pelo aumento do consumo de serviços. Com relação à FBCF (Formação Bruta de Capital Fixo, medida dos investimentos no PIB), a despeito do resultado positivo interanual, o resultado ajustado sazonalmente mostra, em novembro, a terceira queda consecutiva da taxa mensal do indicador. Este resultado é explicado, principalmente, pela retração de máquinas e equipamentos. Tais resultados continuam sinalizando que a recuperação da economia está mais ancorada na expansão do consumo do que dos investimentos”, completou Claudio Considera.

Em termos monetários, o PIB alcançou aproximadamente R$ 6,606 trilhões de janeiro a novembro de 2019, em valores correntes.

Daniela Amorim
Estadao Conteudo
Copyright © 2020 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Advertisement