Geral

Justiça condena João de Deus a 40 anos de prisão

COMPARTILHE
16
Advertisement
Advertisement

O médium João Teixeira de Faria, conhecido popularmente como João de Deus, foi condenado a 40 anos de reclusão em regime fechado por estupros, cometidos contra cinco mulheres durante atendimentos espirituais na Casa Dom Inácio de Loyola, em Abadiânia. A sentença é da juíza da comarca, Rosângela Rodrigues dos Santos. O processo está em segredo de justiça. Essa é a terceira condenação do acusado, cujas penas já somam 63 anos e quatro meses de reclusão.

Governo federal avalia flexibilizar cumprimento de 200 dias letivos nas escolas

O governo federal avalia editar uma medida provisória para desobrigar as escolas a cumprirem...

Nos supermercados, termômetro e álcool em gel para recepcionar clientes

Sumido das prateleiras, o álcool em gel virou item usado para recepcionar clientes de...

Promotoria apura omissão de mortes por coronavírus

O Ministério Público de São Paulo investiga suposto delito de não notificação compulsória de...

As informações foram divulgadas pelo site do Tribunal de Justiça de Goiás.

Luiz Vassallo
Estadao Conteudo
Copyright © 2020 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Advertisement
Advertisement
Continua depois da publicidade