Geral

Vagas para estagiários e aprendizes cresceram 3,7% em 2019

COMPARTILHE
95
Advertisement
Advertisement

Dados do Centro Integração Empresa-Escola (CIEE) apontaram o crescimento de 3,7% entre janeiro e outubro de 2019 nas vagas de estágio e aprendizagem. Para o ano de 2020, a estimativa é a de que só no primeiro trimestre estejam abertas 85 mil vagas para esse público. Atualmente são atendidos pela entidade 310 mil estagiários e aprendizes em 20 estados do país.

Polícia investiga comerciantes por abusivo por água mineral após crise no Rio

Comerciantes que se aproveitaram da crise na qualidade da água distribuída no Estado do...

Menina e dois adultos que tentaram salvá-la morrem afogados em rio em Iguape

Dois homens morreram afogados ao tentar salvar a filha de um amigo deles, de...

Vigilância Sanitária interdita fornecedora da cervejaria Backer

A Vigilância Sanitária de Contagem, na Grande Belo Horizonte, interditou nesta sexta-feira, 17, a...

A estudante do 7º semestre de Jornalismo, Larissa Mesquita, faz parte da estatística daqueles que conseguiram um espaço no mercado de trabalho através do CIEE. Segundo ela, o estágio é a oportunidade do estudante colocar em prática tudo aquilo que aprende em sala de aula. “Em particular, o estágio me proporciona uma experiência única. Me mostrou do que eu sou capaz como profissional e como ser humano, afinal, eu preciso todos os dias praticar o coletivo junto aos meus colegas de trabalho”, conclui.

De acordo com o CIEE, as vagas mais procuradas para estágio entre os estudantes de nível superior foram para os cursos de Direito, seguidas de Pedagogia, Administração, Ciências Contábeis, Engenharia Civil e Ciências da Computação. Já para os estudantes de nível técnico a lista é liderada pelo curso de Administração, Enfermagem, Informática, Segurança do Trabalho e Eletrotécnica.

Advertisement
Continua depois da publicidade

Lei da Aprendizagem

Sancionada em 2000, a lei determina que uma cota entre 5% e 15% das vagas das companhias consideradas de médio e grande porte sejam destinadas para jovens entre 14 a 24 anos incompletos, desde que seja estudante dos ensinos fundamental, médio, técnico ou formado.

Fonte: Agência Educa Mais Brasil

Advertisement

Advertisement
Publicidade