Grande Vitória

Rodoviários da Grande Vitória aceitam reajuste e decidem que não haverá greve

COMPARTILHE
172

Após a realização da última audiência de conciliação na sede do Ministério Público do Trabalho (MPT) em Vitória, nesta quarta-feira (4), representantes do Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários do Estado do Espírito Santo (Sindirodoviários-ES) decidiram não aderir à greve.

Instituto é condenado a devolver R$ 397,2 mil por irregularidades em contrato de gestão de UPA na Serra

Representação proposta pelo Ministério Público de Contas (MPC), em conjunto com o Ministério Público...

Dez bairros recebem Cantatas de Natal de quinta (5) até segunda-feira (9) em Vila Velha

Essa época do ano não pode passar sem as emocionantes Cantatas de Natal em...

Editais de concurso público em Vila Velha com 1.423 vagas serão publicados dia 13

O prefeito Max Filho anunciou que, no próximo dia 13, serão publicados os editais...

A categoria, por maioria, aceitou as propostas levadas às duas assembleias ocorridas na manhã e na tarde desta quarta-feira. Dentre as propostas aceitas pelos trabalhadores do transporte público, há o reajuste salarial de 3.04% nas cláusulas econômico-financeiras, com exceção do tíquete alimentação que terá um reajuste de R$1,00 por dia, passando a ser de R$29,01, totalizando a importância mensal de R$754,26.

Além disso, formalizaram a cláusula para a utilização do “carro extra” nos horários de picos, garantindo-se a jornada semanal de 44 horas, com folgas aos sábados, domingos e feriados.

Continua depois da publicidade

A reunião foi mediada pela procuradora do MPT-ES, Maria de Lourdes Hora Rocha, pelo juiz do Trabalho, Luís Eduardo Casado, e pelo procurador Regional do Trabalho, Levi Scatolin. Estiveram presentes também os representantes do Sindicato das Empresas de Transporte Metropolitano da Grande Vitória (GV-BUS).

Publicidade