Grande Vitória

Rodoviários da Grande Vitória aceitam reajuste e decidem que não haverá greve

COMPARTILHE
379
Advertisement
Advertisement

Após a realização da última audiência de conciliação na sede do Ministério Público do Trabalho (MPT) em Vitória, nesta quarta-feira (4), representantes do Sindicato dos Trabalhadores em Transportes Rodoviários do Estado do Espírito Santo (Sindirodoviários-ES) decidiram não aderir à greve.

Continua depois da publicidade

A categoria, por maioria, aceitou as propostas levadas às duas assembleias ocorridas na manhã e na tarde desta quarta-feira. Dentre as propostas aceitas pelos trabalhadores do transporte público, há o reajuste salarial de 3.04% nas cláusulas econômico-financeiras, com exceção do tíquete alimentação que terá um reajuste de R$1,00 por dia, passando a ser de R$29,01, totalizando a importância mensal de R$754,26.

Além disso, formalizaram a cláusula para a utilização do “carro extra” nos horários de picos, garantindo-se a jornada semanal de 44 horas, com folgas aos sábados, domingos e feriados.

A reunião foi mediada pela procuradora do MPT-ES, Maria de Lourdes Hora Rocha, pelo juiz do Trabalho, Luís Eduardo Casado, e pelo procurador Regional do Trabalho, Levi Scatolin. Estiveram presentes também os representantes do Sindicato das Empresas de Transporte Metropolitano da Grande Vitória (GV-BUS).

Advertisement

Ajude o bom jornalismo a nunca parar! Participe da campanha de assinaturas solidárias do AQUINOTICIAS.COM. Saiba mais.