Segurança

Polícia Militar Ambiental notifica terraplanagem irregular em Ibatiba

COMPARTILHE
349
Advertisement
Advertisement

Na tarde desta segunda feira (2), uma equipe da Polícia Ambiental se deslocou até a localidade de Barra Grande, zona rural de Ibatiba, após uma denúncia anônima, que informava sobre uma obra de aterro e desmate.

Rapaz é detido com droga em Dores do Rio Preto

Na noite deste sábado (11), um homem foi detido em Dores do Rio Preto...

Carro recuperado em Guaçuí após perseguição pode ajudar a desvendar assassinato em Volta Redonda, RJ

Na última sexta-feira (10), policiais militares de Guaçuí recuperaram um carro roubado e conseguiram...

Homem procurado pela Justiça é apreendido com drogas, em Rio Novo do Sul

Na noite de sexta-feira (10), um homem com mandado de busca e apreensão foi...

No local, a equipe constatou uma obra de terraplanagem na propriedade do sr J.B.P, de 67 anos, que danificou uma área de aproximadamente 650 metros quadrados (0,065 hectares) à margem de um córrego, área considerada de preservação permanente, sem licença ou autorização do órgão ambiental competente.

Foi realizada a abertura de uma estrada para acesso ao sítio, sendo feito o manilhamento de um curso d’água e aterro, além da abertura de praça para construção de uma casa. Ainda no local foi constatado desmate de vegetação nativa em estágio inicial de regeneração que danificou uma área de aproximadamente 5 mil metros quadrados (0,5 hectares).

Advertisement
Continua depois da publicidade

J.B.P. afirmou ser o responsável pelo desmate e que a referida área se trata de um local que já foi utilizada para cultivo, porém com o desuso por alguns anos cresceram alguns arbustos. Que adquiriu a propriedade recentemente e realizou a limpeza da área para plantio de café, mas não sabia da necessidade de autorização ambiental para tal atividade.

Por se tratar de crime ambiental, a obra foi paralisada, confeccionado termo circunstanciado e boletim de ocorrência em desfavor do proprietário para que este responda na justiça pelos atos.

Para a Sargento Érika, a participação da população nas denúncias via 181 é fundamental para que a Polícia Militar Ambiental chegue aos locais com possíveis crimes ambientais e que a preservação do meio ambiental é responsabilidade de toda a sociedade.

Advertisement

Advertisement

Ajude o bom jornalismo a nunca parar! Participe da campanha de assinaturas solidárias do AQUINOTICIAS.COM. Saiba mais.