Segurança

Polícia investiga motivação de assassinato de agricultora de Vargem Alta; jovem foi morta a tiros 

COMPARTILHE
4925
Advertisement
Advertisement

Após a prisão de Sula Almeida e Flávia Almeida, respectivamente, mãe e filha, suspeitas de encomendar a morte da agricultora Thamiris Lorençoni Mendes, 26 anos, assassinada a tiros no último dia 30, na ES 164, em Gávea, Vargem Alta, a Polícia Civil investiga o que motivou o crime.

Grave acidente na rodovia que liga Castelo a Venda Nova deixa uma vítima fatal 

Um grave acidente envolvendo três veículos na tarde deste sábado (18), deixou uma pessoa...

Idoso morre após sofrer infarto dentro do mar em Marataízes

O domingo (20) que era para ser de diversão e lazer para uma família,...

Mulher fica ferida após carro bater em poste em Cachoeiro de Itapemirim

Um acidente deixou uma mulher ferida às 7h30 deste domingo (19). O motorista de...

Thamiris voltava para casa após participar de uma feira em Mimoso do Sul junto com o marido, enteado de Sula, quando foram surpreendidos por um veículo, que fechou o caminhão em que eles estavam. Os criminosos roubaram uma quantia em dinheiro, e um deles, atirou três vezes contra Thamiris, que morreu após ser socorrida para o Hospital Padre Olívio.

Os bandidos fizeram parecer um assalto, com intuito de confundir a polícia, mas após investigações, ficou comprovada a participação da madrasta do marido da vítima e da filha dela.

Advertisement
Continua depois da publicidade

A polícia investiga, agora, se houve participação de outras pessoas e quem são os executores. Até o momento, está descartada qualquer envolvimento do companheiro da vítima.

Thamiris deixa três filhos, duas meninas, de 6 e 5 anos e um menino de 2. Denúncias podem ser feitas por meio do 181 e 190, não é preciso se identificar.

 

Advertisement

Advertisement
Publicidade