Política Regional

Deputados propõem reajuste salarial de 3,5% para o governador, vice e secretários do ES

COMPARTILHE
Foto: Tati Beling/ Ales
206
Advertisement
Advertisement

Foi protocolado, na tarde desta terça-feira (3), na Assembleia Legislativa do Espírito Santo o Projeto de Lei nº 993/2019, que pretende conceder reajuste linear nos salários do governador, vice-governador e secretários estaduais em 3,5%.

Presidente Kennedy: após oito meses na prisão, Justiça autoriza soltura de José Augusto

Após oito meses preso no Centro de Detenção Provisória de Viana II, a Justiça...

Luciano Machado reafirma que não será candidato a prefeito de Guaçuí em 2020

O deputado estadual Luciano Machado (PV) reafirmou, nesta quinta-feira (2), que não será candidato...

Câmara de Guaçuí apresentou 42 projetos de lei nos últimos três anos

O presidente da Câmara de Guaçuí, Ângelo Moreira (PSDB), apresentou nesta semana o relatório...

Segundo consta no portal da Assembleia Legislativa, o projeto assinado pelo líder do governo, deputado Freitas (PSB), e pela deputada Janete de Sá (PMN) tramita em regime de urgência. Pela proposta, os salários do governador passaria dos atuais R$ 22.998,73 para R$ 23.803,68; do vice-governador, de R$ 20.896,70 para R$ 21.628,08; e dos secretários estaduais, dos atuais 18.300,06 para R$ 18.940,56. O reajuste é igual ao que o governador Renato Casagrande (PSB) pretende conceder a todos os servidores estaduais.

De acordo com a assessoria da deputada Janete de Sá, o objetivo da proposta é impedir a injustiça de não corrigir o teto salarial dos servidores públicos estaduais.

Advertisement
Continua depois da publicidade

Caso a proposta seja aprovada e o governador Renato Casagrande a sancione, os subsídios serão reajustados com data retroativa a 1º de dezembro de 2019.

Em abril de 2018, a Assembleia Legislativa chegou a aprovar projeto de lei para aumentar em 18,32% os salários do governador, vice-governador e secretários de Estado, a partir de 2019.

O então governador Paulo Hartung (sem partido) decidiu vetar parcialmente a proposta aprovada pelos deputados e concedeu reajuste de 5%, mesmo percentual concedido a todos os servidores estaduais na época.

Nota

Advertisement

Anteriormente, o AQUINOTICIAS.COM publicou equivocadamente, induzido por um erro no Portal da Transparência do Governo do ES, que o reajuste seria de 17%. Por esse erro, pedimos desculpas aos deputados autores da proposta e aos nossos leitores.

 

Advertisement
Publicidade