Cidades

Caminhão fica atolado em trecho interditado há mais de um ano entre Muqui e Jerônimo Monteiro

COMPARTILHE
Foto: Divulgação
4381
Advertisement
Advertisement

Há um ano em meio interditada após um deslizamento de terra, a estrada que corta a Serra da Aliança, ES 177, entre Jerônimo Monteiro e Muqui, continua na mesma situação. Motoristas e motociclistas ignoram o alerta para não transitarem no local e continuam passando pela via.

Disk Aglomeração de Cachoeiro não atende demandas relacionadas a residências; entenda

O Disk Aglomeração recebe, todos os dias, diversas denúncias relacionadas a flagrantes de desrespeito...

Servidores ativos e aposentados em Anchieta vão receber direitos de progressão

A Prefeitura de Anchieta irá efetuar o pagamento dos direitos de progressão a mais...

Com investimento de R$ 5,5 milhões, Casagrande autoriza início da reforma de escola em Dores do Rio Preto

O Governo do Estado, por meio da Secretaria da Educação, autorizou, nesta quinta-feira (9),...

Na tarde desta segunda-feira (2), um caminhão ficou atolado na estrada, que com as fortes chuvas, foi tomada pela lama. Nem mesmo com o período chuvoso, os condutores se preocupam com os riscos e continuam utilizando a via.

Segundo os próprios motoristas, que costumam passar no local, mesmo com os riscos, eles preferem trafegar pela estrada, já que a única alternativa de desvio aumenta em 60 quilômetros o percurso, passando por Cachoeiro de Itapemirim.

Advertisement
Continua depois da publicidade

Em nota, o Departamento de Edificações e de Rodovias (DER/ES) informou que estão em curso os últimos trâmites para a publicação do edital, prevista para ser realizada ainda este ano.

A empresa vencedora fará o projeto executivo, as obras e o monitoramento do trecho após as intervenções. O DER/ES informou, ainda, que já implantou, mais uma vez, a sinalização no trecho e pede à população que não se arrisque tentando atravessar o local.

Advertisement

Ajude o bom jornalismo a nunca parar! Participe da campanha de assinaturas solidárias do AQUINOTICIAS.COM. Saiba mais.