Variedades

O fim de uma saga

COMPARTILHE
26
Advertisement
Advertisement

Uma das principais atrações da CCXP 2019, o painel com elenco e diretor de Star Wars: A Ascensão Skywalker começou antes mesmo de começar. Ainda no escuro do auditório, fãs fantasiados como os personagens da saga criada por George Lucas iluminavam com sabres de luz multicoloridos o ambiente que veio abaixo quando o cineasta J. J. Abrams subiu ao palco falando, em português: “Isso é épico”.

Paródia dos telejornais

O humorístico Tá No Ar encerrou sua trajetória no ano passado, na sexta temporada,...

Fellini criou um mundo falso para refletir sobre sentimentos reais

Federico Fellini tinha 32 anos quando fez seu primeiro longa solo, em 1952. Dois...

Fellini para o século 21

Na primeira cena, o menino abre a janela e vê a lona sendo levantada....

O diretor comentou sobre a ausência da atriz Carrie Fisher, morta em 2016, que interpretava a princesa Leia e que, segundo ele, terá um papel muito importante na trama. “Ela não aprovaria um dublê digital, mas tínhamos muito material.” Daisy Ridley, que dá vida à protagonista Rey, complementou: “As pessoas ficarão surpresas com a homenagem que J. J. fez a ela”. O ator Oscar Isaac, que vive Poe Dameron na série, também relembrou Fisher: “Sentimos a presença dela todos os dias no set, e continuamos a sentir”.

Abrams destacou que “Star Wars sempre foi sobre um grupo envolvido em uma aventura, sempre teve um forte senso de esperança”, e prometeu isso aos fãs, logo depois exibindo uma cena inédita do filme para o público. O trecho, que de acordo com o diretor acontece no início do longa, mostra Rey, Poe e Finn, acompanhados de seus robôs, fugindo de soldados da Primeira Ordem em um planeta desértico. Como é de praxe em sequências de ação da saga, os heróis se safam por pouco de seus perseguidores, usando de artifícios improvisados.

Advertisement
Advertisement
Continua depois da publicidade

Isaac comentou que o filme será uma “despedida agridoce” para os fãs, e foi contradito no palco por John Boyega, que interpreta Finn: “Eu quero que os fãs tenham uma despedida bem doce”, brincou. O painel não apresentou grandes novidades do ponto de vista da trama do filme, mas Abrams falou sobre a recepção dos espectadores às mais recentes obras da série. “Os fãs de Star Wars são muito diferentes entre si. Por isso, tudo o que eu poderia incluir neste último episódios da saga já havia sido teorizado por eles”, afirmou ele, que também dirigiu O Despertar da Força (2015), sétimo filme da série principal. Star Wars: A Ascensão Skywalker estreia no Brasil dia 19. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

André Cáceres
Estadao Conteudo
Copyright © 2019 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Advertisement
Publicidade