Espírito Santo

Suplentes do CNH Social são convocados pelo Detran/ES; confira a lista

COMPARTILHE
Foto: Ana Glaucia Chuina
2177

O Departamento Estadual de Trânsito do Espírito Santo (Detran|ES) abrirá mais uma oportunidade para os inscritos na segunda fase do programa CNH Social 2019. A lista única com os nomes de 675 candidatos suplentes já está disponível para consulta site www.detran.es.gov.br/cnhsocial.

 Matrícula

Sesi e Senai abrem vagas de emprego em Cachoeiro e outros municípios; salário é de até R$ 12 mil

O Sistema Findes está com processos seletivos abertos para diversos cargos no Sesi e...

Concurso público no Espírito Santo terá cota para negro e índio

Concursos públicos e processos seletivos estaduais passarão a ter reserva de vagas para negros...

Secult abre processo seletivo para contratar músicos para Orquestra Sinfônica do Espírito Santo

A Orquestra Sinfônica do Espírito Santo (Oses) abriu processo seletivo para a contratação de músicos em...

Os candidatos contemplados na lista única de suplentes têm o prazo de 15 dias para fazer a matrícula on-line a partir desta segunda-feira (18). Para isso, os suplentes selecionados deverão acessar o site www.detran.es.gov.br na opção “CNH Social” e preencher os dados solicitados na área de “Matrícula online”. Dessa forma, terão acesso à informação de em qual Centro de Formação de Condutor (CFC) deverão realizar a abertura do seu processo de habilitação, bem como os documentos necessários para dar início ao processo.

Os candidatos também devem se atentar aos prazos estabelecidos para cada etapa do processo de habilitação como: dirigir-se ao CFC presencialmente, fazer a coleta biométrica em uma unidade do Detran|ES, solicitar o Exame Toxicológico no laboratório credenciado (no caso de candidato a categoria D ou E) e concluir os Exames Médico e Psicológico. O candidato que não respeitar os prazos estabelecidos será desclassificado e perderá o benefício.

 Lista de suplentes

Continua depois da publicidade

Na primeira fase do programa foram chamados 557 suplentes. Esta é a primeira vez na história do programa que os candidatos suplentes são convocados para preencher as vagas remanescentes com vistas ao aumento da efetividade do programa.

As vagas disponibilizadas na lista de suplentes são aquelas que não foram preenchidas pelos candidatos selecionados devido ao não cumprimento dos prazos estabelecidos para o andamento do processo de habilitação e foram desclassificados.

Veja aqui a lista

O diretor geral do Detran|ES, Givaldo Vieira, destaca que o objetivo é possibilitar que todas as vagas oferecidas sejam preenchidas e dar oportunidade para que os selecionados concluam todo o processo até a obtenção da Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

“Para não perdermos essas vagas e beneficiarmos mais pessoas, incluímos pela primeira vez a lista única de espera, que oferece melhor aproveitamento do programa e mais oportunidades para os inscritos. Além desta novidade, nesta edição aumentamos o número de vagas para as categorias profissionais, porque queremos que as pessoas de baixa renda de todo o Estado tenham um requisito a mais para buscarem emprego, conquistarem independência e autoestima. Foram 5.000 vagas em duas fases do programa até agora e, até 2022, o Governo do Estado, por meio do Detran|ES, vai ofertar um total de 25 mil carteiras de motorista para promover inclusão social”, pontua Givaldo Vieira.

 CNH Social 2019

As duas fases do programa abertas neste ano atraíram mais de 107 mil interessados nas 5.000 vagas disponibilizadas entre processos de primeira habilitação, adição ou mudança de categoria.

Os candidatos foram selecionados segundo os critérios previstos no Decreto Estadual Nº 4423-R, de 03 de maio de 2019, que considera menor renda per capita, maior número de componentes no grupo familiar, candidatos com Ensino Fundamental completo, beneficiário do Bolsa Família e data e hora de inscrição. Entre os candidatos que se declararam Pessoas Portadoras de Deficiência (PCD), foram contemplados somente aqueles cuja deficiência não impeça a obtenção da CNH na forma da legislação de trânsito vigente.

Para se inscrever é necessário estar em situação regular e atualizada no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal. Aquelas pessoas que ainda não estão inscritas, que atualizaram o seu cadastro recentemente ou estão com seus cadastros desatualizados e não conseguiram se inscrever no programa CNH Social podem concorrer à habilitação gratuita nos próximos processos de seleção desde que atendam aos requisitos.

Publicidade