Cidades

Sete cadelas já foram castradas por meio do projeto Petidog em Anchieta

COMPARTILHE
45
Advertisement
Advertisement

Implantado há alguns meses em Anchieta, o Projeto de Recolhimento de Tampinhas para Castração de Cachorros e Gatos de Rua (Petdog) começa a colher frutos na cidade. A iniciativa, desenvolvida pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente (Seman), já conseguiu recolher mais de uma tonelada de tampinhas plásticas, com isso castrar sete cadelas.

Quarta-feira (15) de tempo instável em todo ES; confira a previsão

Na quarta-feira (15), a passagem de uma frente fria pelo oceano aumenta a agitação...

Bairros com mais casos de Covid-19 em Cachoeiro recebem primeiras barreiras sanitárias itinerantes

Nesta semana, a Prefeitura de Cachoeiro começou a realizar barreiras sanitárias e educativas contra...

Com previsão de reinício das aulas, Presidente Kennedy prepara entrega de uniformes e kits de material escolar

A Prefeitura de Presidente Kennedy por meio da Secretaria de Educação, considerando a previsão...

Conforme a titular da Seman, Jéssica Martins, o projeto conta com uma excelente participação da população anchietense, através da entrega voluntária nos 148 Pontos de Entrega de Tampinhas (PET). “Os PETs foram instalados em comércios, prédios públicos e escolas. Ainda, muitas pessoas separam em casa e entregam voluntariamente na sede da Seman”, disse.

 

Advertisement
Continua depois da publicidade

Parceria

A gerente operacional de Recursos Hídricos e Naturais da Seman, Ana das Graças Matta, explicou que o projeto conta com parcerias. “No dia 17 de setembro foi assinado o Termo de Parceria com a SOS Matilha, ONG do município que cuida de cachorros. A entidade operacionalizará o projeto em conjunto com a Seman. Já no dia 26 de outubro foram realizadas as primeiras castrações atendendo quatro cadelas e no dia 13 último, seguiram mais 03 cadelas para castração, totalizando 07 até a presente data. E de acordo com o cronograma de castrações, devem seguir mais 07 cadelas até o final de 2019, para fechar este ano”, explica detalhadamente a gerente.

Matta faz um comparativo: “Com cerca de 14 cadelas castradas até o final do ano, podemos contabilizar a redução média estimada de 224 filhotes que deixarão de nascer em um ano, diminuindo assim, a população de novos animais nas ruas em Anchieta”.

Para atingir os objetivos quantitativos em número de castrações, a Prefeitura de Anchieta, através do termo de parceria com a SOS Matilha está repassando um apoio financeiro para complementar a venda das tampinhas e agilizar o atendimento aos cães de rua que são muitos.

Advertisement

A educadora Ambiental da Semana, Hussuali Zuchi Siqueira de Souza, conta que cada cadela castrada será submetida à tentativa de adoção. “Caso não seja adota, retornará ao seu local de origem, identificada com uma coleira verde Limão (cor padrão do projeto) e uma plaqueta numerada de identificação daquele animal. Além, dessa identificação visual de marcação nas ruas, todos os animais castrados no projeto receberão chip de identificação”, contou.

“O projeto só está sendo possível graças à participação de todos, pois, são necessários cerca de 400 kg de tampinhas para custear um procedimento de castração e/ou esterilização, sendo assim, agradecemos a participação de toda população e solicita que continuem contribuindo para que possamos ir além”, agradece Martins, empolga com o projeto.

Advertisement

Ajude o bom jornalismo a nunca parar! Participe da campanha de assinaturas solidárias do AQUINOTICIAS.COM. Saiba mais.