Espírito Santo

Secretário de Segurança Pública desmente boatos de nova greve da PM no ES

COMPARTILHE
Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil
970
Advertisement
Advertisement

Desde a madrugada desta quinta-feira (7), tem circulado nas redes sociais um texto, seguido de uma espécie de infográfico, informando uma possível nova paralisação da Polícia Militar no Espírito Santo.

Gestores do Sul do Espírito Santo destacam a importância da Lei Aldir Blanc em seus municípios

Sancionada no último dia 29 pelo Congresso Nacional, a Lei de Emergência Cultural Aldir...

ES vai investigar reinfecção por Covid, temporalidade e imunidade do vírus na população capixaba 

O secretário de Estado da Saúde, Nésio Fernandes, junto ao subsecretário da pasta, Luiz...

Empresários do ES pedem abertura de restaurantes com restrições aos fins de semana

Durante uma reunião online ocorrida entre o setor turístico das montanhas capixabas e o...

O fantasma de fevereiro de 2017, foi desmentido pelo secretário de Segurança Pública do Estado, Roberto Sá, que afirmou reconhecer a defasagem do salário da categoria, mas que vem junto ao governador do Estado, Renato Casagrande, trabalhando para fazer o reajuste durante o governo.

“Este anonimato na internet para este tipo de assunto não ajuda em nada, só deixa a população apreensiva. Este ano é o último para o reequilíbrio das contas, para que possamos fazer em breve, o reajuste desta defasagem. A polícia está trabalhando como nunca. São policias bravos, heroicos, que têm o nosso respeito e terão o tratamento que merecem durante nosso governo. O que não temos agora, é uma novidade de um dia para o outro. A vida segue normal, a PM tem trabalhado muito. Lamentável uma postagem destas”, afirmou.

Advertisement
Continua depois da publicidade

O boato se espalhou em diversos aplicativos de mensagens em todo Espírito Santo, e passou a ser replicado rapidamente. Veja a imagem:

 

Advertisement

Advertisement

Ajude o bom jornalismo a nunca parar! Participe da campanha de assinaturas solidárias do AQUINOTICIAS.COM. Saiba mais.