Sem categoria

Paratletas de Cachoeiro conquistam medalhas nas Paralimpíadas Escolares

COMPARTILHE
265
Advertisement
Advertisement

Cinco paratletas de Cachoeiro conquistaram na última semana, medalhas de ouro, prata e recorde nas Paralimpíadas Escolares. Os competidores fizeram parte do grupo que representou o Espírito Santo na competição encerrada nesta sexta-feira (22), em São Paulo.

Saiba quais são as oito cidades do Sul do ES com menor taxa de letalidade nos casos de Covid-19

Se, no Espírito Santo, 3,31% dos testados positivos para a Covid-19 vão a óbito,...

Empresários do turismo capixaba terão crédito especial para atravessar a pandemia; veja como contratar

Os empreendimentos capixabas do setor turístico impactados economicamente pelo novo Coronavírus (Covid-19) terão mais...

Cachoeiro: desinfecção será intensificada em bairros com maior incidência de Covid-19

A Prefeitura de Cachoeiro de Itapemirim intensificará o serviço de desinfecção de espaços públicos...

O torneio é uma realização do Comitê Paralímpico Brasileiro (CPB) e reuniu atletas de todo o Brasil. As Paralimpíadas Escolares tiveram a sua primeira edição em 2009. É o maior evento para crianças com deficiência em idade escolar. O objetivo é estimular a participação dos estudantes com deficiência física, visual e intelectual em atividades esportivas de todas as escolas do território nacional, promovendo ampla mobilização em torno do esporte.

O grupo de paratletas cachoeirenses contou com apoio da Secretaria Municipal de Esporte e Lazer (Semesp) e da Secretaria Estadual de Esportes e Lazer (Sesport).

Advertisement
Continua depois da publicidade

Os cachoeirenses Weller Alvarenga e Nicolly Chamon conquistaram medalhas de ouro nas três provas disputadas no atletismo. Já Letícia Machado ficou em segundo lugar em equipe no vôlei sentado, sendo esta a primeira vez que o Estado foi representado na modalidade. Os paratletas Kelly Romanel e Yure Kauã disputaram no parabadminton, e Yure conquistou o quinto lugar.

“Esta é uma competição escolar paralímpica muito importante e nós obtivemos um excelente resultado com nossos atletas. Vários Talentos do paradesporto brasileiro já passaram pelo evento. Parabenizamos todos nossos representantes, equipe técnica e delegação, que fizeram parte dessa conquista, que é motivo de orgulho para nós, cachoeirenses”, afirma a secretária municipal de Esporte e Lazer, Lilian Siqueira.

Treinamento

Os competidores foram treinados pelo professor do programa Nosso Esporte Cachoeiro, Douglas Franco, que foi o técnico dos atletas nesta competição. As instituições de ensino onde os atletas estudam ofereceram todo apoio nas Paralimpíadas, como forma de incentivo e de inclusão.

Advertisement

Entre os 27 estados do País que estiveram na disputa, o Espírito Santo terminou na nona colocação geral, na soma dos resultados obtidos entre todos os esportes. Ao todo, foram 68 medalhas, sendo 39 de ouro, 19 de prata e 10 de bronze. Cinquenta e sete atletas, em uma delegação total de 101 pessoas, que incluiu também técnicos e guias, estiveram na capital paulista representando o paradesporto escolar capixaba.

Paratletas e resultados:

Weller Alvarenga
Escola: Agostinho Simonato
Modalidade: Atletismo. 70 metros, 250 metros e salto em distância, com ouro e recorde brasileiro nas três provas.

Nicolly Chamon
Escola: CIAC
Modalidade: Atletismo. 60 metros, 150 metros e salto em distância, com ouro nas três provas e recorde brasileiro nos 150 metros e salto em distância.

Letícia Machado
Escola: Cei Attila de Almeida Miranda
Modalidade: Vôlei sentado, medalha de prata

Yure Kauã

Escola: EEEFM Profª Hosana Salles

Modalidade: Parabadminton, quinto lugar

Advertisement

Ajude o bom jornalismo a nunca parar! Participe da campanha de assinaturas solidárias do AQUINOTICIAS.COM. Saiba mais.