Cidades

Mães e gestantes de Itapemirim recebem enxoval e kits de natalidade para bebês

COMPARTILHE
Divulgação
365
Advertisement
Advertisement

Mulheres grávidas e mães de recém-nascidos que moram no município de Itapemirim receberam na manhã desta quarta-feira (6), kits de enxoval para bebês, com itens indo desde o carrinho até as fraldas. Para receber o kit, a gestante deve procurar a unidade de saúde mais próxima de sua casa e fazer o cadastro. Nessa primeira distribuição foram entregues 100 kits de enxoval para as mães e gestantes, sendo que durante este ano ainda serão entregues mais duzentos.

Advertisement
Continua depois da publicidade

Segundo o prefeito de Itapemirim, Thiago Peçanha Lopes, os kits são destinados apenas para moradores do município. Além disso, a gestante deverá realizar, pelo menos, seis consultas de pré-natal em uma das unidades de saúde do município. Ele ainda afirma que em 2020 o programa atenderá a princípio mais 300 famílias.

“Sabemos o quanto é custoso para as mamães, principalmente nos primeiros meses, comprar tudo o que o bebê vai precisar e, por isso, vimos a necessidade de estar dando este apoio as centenas de famílias, entregando estes kits. O nosso kit é completo e de ótima qualidade, e esperamos que com essa ajuda, a família tenha ainda mais alegria com a chegada dos recém-nascidos, e menos preocupação na hora de pagarem suas despesas com os bebês”, comenta o prefeito.

Continua depois da publicidade

Os kits são compostos de: um carrinho de bebê, um pacote de frauda de tecido, um tubo de pomada para assaduras, um body meia manga, um pagão, um cueiro em flanela, um pimpão longo, uma banheira, um sabonete, um shampoo infantil, um cobertor antialérgico, uma manta infantil, dois pares de meia, um kit de escova e pente. Lembrando que o carrinho de bebê será de uso pessoal e intrasferível, sendo proibido a comercialização do produto.

Para ganhar o kit, a gestante terá que fazer as seis consultas de pré-natal na Unidade de Saúde do Município, terá que fazer duas ultrassons durante a gestação e a terceira em caso de risco, terá que fazer todos os exames laboratoriais necessários ao bom andamento da gestação, terá que participar dos grupos de acompanhamento e de palestras e na 36ª semana de gravidez fazer o conhecimento do hospital em que fará o parto.

Advertisement
Advertisement
Receba as principais notícias do dia no seu WhatsApp e fique por dentro de tudo! Basta clicar aqui.