Segurança

Filho diz que matou mãe biológica em Piúma por sentir mágoa de ter sido adotado

COMPARTILHE
4993

Ulisses de Almeida, de 28 anos, confessou ter matado a mãe, a cuidadora de idosos Carmem dos Santos. O corpo da vítima foi encontrado em avançado estado de decomposição nesta quinta-feira (7), no bairro Lago Azul, em Piúma. No local, também foi encontrado o corpo da portadora de necessidades especiais, Valdete Maria Cordeiro de Farias, que era cuidada por Carmem.

PC prende em Piúma pistoleiro envolvido em pelo menos 7 homicídios na Região Serrana

A Polícia Civil prendeu um dos criminosos mais procurados da Região Serrana do Espírito...

Ladrão em fuga provoca acidente com cinco veículos na BR 101 em Guarapari; veja vídeo

O roubo de um carro terminou com um acidente envolvendo cinco veículos na altura...

PRF inicia Operação Proclamação da República nas rodovias capixabas

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) iniciará à meia-noite desta quinta-feira (14), a Operação Proclamação...

Foi o próprio assassino que procurou a Delegacia da Mulher de Cariacica, três dias após o homicídio, para confessar o crime. A PC de Piúma foi acionada e investigadores foram ao local e do lado de fora sentiram um forte odor.

Segundo a Polícia Civil, o crime teria ocorrido na madrugada desta segunda-feira (4). Ulisses é morador de Cariacica e usuários de drogas. Ele, que foi criado por outra família, teria ido ao local passar uns dias com a mãe biológica.

Continua depois da publicidade

Ainda segundo o depoimento do jovem na delegacia de Cariacica, ele sentia mágoa da mãe biológica por ter sido colocado para adoção. Ele também tinha passagens por outros crimes.

Violência

De acordo com a PC, o corpo de Carmem apresentava marcas de extrema violência na cabeça e no pescoço. Já a outra vítima teria morrido de fome e por falta dos remédios, já que dependia dos cuidados de Carmem.

O assassino confesso foi autuado por duplo homicídio e levado para o Centro de Triagem de Viana. 

Os corpos foram encaminhados ao Serviço Médico Legal de Cachoeiro de Itapemirim.

 

Publicidade