Cachoeiro de Itapemirim

Aplicativos de celulares oferecem vários serviços e facilitam a vida das pessoas

COMPARTILHE
643
Advertisement
Advertisement

Comprar, vender, pedir comida, acessar redes sociais, verificar a conta bancária, utilizar como documentos virtuais, conversar, solicitar uma corrida de transporte alternativo e até mesmo conhecer pessoas para se relacionar são algumas das facilidades proporcionadas por meios dos aplicativos (apps) de celulares.

Burarama vai promover um carnaval com oficinas e apresentações culturais

O distrito de Burarama, em Cachoeiro de Itapemirim, contará com uma programação diferenciada para...

Vendas para show do Ferrugem, em Cachoeiro, começam nesta quarta (12)

Um dos maiores nomes do pagode nacional, se apresenta em Cachoeiro de Itapemirim, no...

Cachoeirense será embaixadora do Brasil em mostra internacional na Polônia

O Brasil será o país homenageado na XIII Art Naif Festiwal, que vai acontecer...

Para a cabeleireira Letícia Barcelos, 25 anos, os aplicativos são importantes, também, para manter a fé.

A Jovem conta que costuma usar aplicativos de conversa, redes sociais, cifras e entre eles, usa um aplicativo da igreja que frequenta, onde recebe os avisos, versículos e pode acompanhar cultos ao vivo pelo app quando não pode ir ao templo.

Advertisement
Continua depois da publicidade

“É bem legal, estamos numa era muito tecnológica, e isso facilita nossa interação com a igreja. Além de poder assistir os cultos ao vivo e online, recebemos avisos e quem são os aniversariantes do mês, isso deixa a gente mais próxima e por dentro de tudo que acontece na igreja”, contou Letícia.

Já a advogada Viviane Lupim, 26 anos, conta que usa aplicativos para verificar contas bancárias, controlar o ciclo menstrual, pedir comida, agenda e guardar documentos de trabalho. Ela conta que, com a correria do dia a dia, alguns aplicativos facilitam sua rotina e que hoje é quase raro ter quem não use a tecnologia.

“Uso aplicativos tanto para a vida pessoal quanto para trabalhar. Hoje em dia é difícil achar quem não use. Os apps nos ajudam a manter a agenda na palma da mão, consultar processos, pedir comida e muitas outras coisas. É preciso saber dosar também, para não ficar refém da tecnologia, mas em tese, isso ajuda muito na organização da nossa rotina”, afirma Viviane.

 

Advertisement

App de serviços

O aplicativo Sobamba foi desenvolvido pelos publicitários Luan Ola e Patrick Garcia. Ele surgiu em Cachoeiro de Itapemirim a partir de uma necessidade que sentiram para encontrar profissionais para serviços do dia a dia, como pintor, pedreiro, frete, entre diversos outros.

“É uma plataforma digital que une profissionais e clientes. É só buscar e escolher o profissional ideal. O Sobamba começou a ser desenvolvido há três anos, e há um está disponível para uso em Cachoeiro e região. Nosso objetivo é simplificar a forma de encontrar profissionais, ser uma ponte entre clientes e prestadores de serviço”, explicou um dos desenvolvedores do app.

O ilustrador José Ricardo gostou da ideia criada na “Capital Secreta”. “O legal é que dá pra encontrar até serviços bem específicos como o meu, que é ilustração e caricatura”.

Quem também usa a ferramenta é a psicóloga Fabricia Rodrigues Amorim Aride. “Poder comparar e escolher o prestador de serviço pelo celular é inegavelmente um avanço para profissionais e clientes”.

O empresário Patrick Ferreira aprovou o app pela praticidade. “Ter uma ferramenta para encontrar bons prestadores de serviço e ter a possibilidade de compará-los é de grande utilidade”.

 

Pagar dízimo

Um produtor cachoeirense inovou e criou um aplicativo para ajudar na arrecadação de igrejas e outros templos com a doação de dízimo. Renilson Chagas conta que nunca havia criado apps e que a ideia surgiu em uma conversa com amigos sobre a tecnologia.

“Essa ideia surgiu em uma conversa sobre novos projetos e tecnologia. Isso ficou martelando na minha cabeça, então decidi colocar em prática. O objetivo do aplicativo, como todo outro, é facilitar. E neste caso a proposta é facilitar as contribuições nas igrejas e aumentar a arrecadação para estas instituições religiosas. Com ele, por exemplo, uma pessoa que não frequenta a igreja, mas sente o desejo de ajudar, seja de qualquer religião, pode fazer isso pelo aplicativo. A doação pode ser feita uma vez só ou pode-se deixar programada para débito automático. Toda doação vai direto para a conta da igreja cadastrada”, explicou Chagas.

 

Apps nas cidades

Seguindo a onda dos app’s, as prefeituras de Anchieta e Cachoeiro também criaram aplicativos para facilitar a vida do cidadão e do turista.

Anchieta em Rede. O app permite que o morador ou turista conheça as praias, pontos turísticos, saiba onde comer, se hospedar, tenha acesso aos comércios, mapas, notícias do município, eventos, dentre outros serviços.

Cachoeiro Digital. Em Cachoeiro, há o aplicativo do novo rotativo, implantado recentemente na cidade, que permite pagar, acompanhar o tempo restante de permanência na vaga e saber onde estacionar.

Descubra Cachoeiro. O app foi criado para que cachoeirenses e visitantes possam ter acesso a informações sobre atrações, eventos e estabelecimentos turísticos da cidade.

Nosso Esporte Cachoeiro. O aplicativo oferece informações sobre atividades em quadras e ginásios do município; núcleos esportivos do projeto “Nosso Esporte Cachoeiro”; calendário dos eventos; grupos esportivos; modalidades; academias ao ar livre; notícias e, ainda, sobre dicas de esportes de aventura e de locais apropriados para a prática de cada um.

 

CNH Digital no ES

Em todo o Estado, 27.973 condutores já utilizam a versão eletrônica da Carteira Nacional de Habilitação no celular ou tablet. O Departamento Estadual de Trânsito do Espírito Santo (Detran) destaca que um número ainda maior de condutores registrados no Estado estão aptos e podem ter acesso à CNH Digital como uma alternativa ao documento em papel. O documento é gratuito e não é necessário ir até uma unidade do Detran para emitir a carteira eletrônica.

Para obter a CNH Digital é necessário que o condutor interessado já tenha o documento de papel com o QR Code, código localizado na parte interna da carteira. Todas as CNHs emitidas a partir de maio de 2017 têm a tecnologia. Basta entrar no Play Store e baixar o app Carteira Digital de Trânsito.

Advertisement