Segurança

Família é presa suspeita de produzir e vender linguiça feita com carne de cachorro em Guarapari

COMPARTILHE
18769
Advertisement
Advertisement

Três pessoas de uma mesma família foram presas na tarde desta sexta-feira (18) suspeitas de vender linguiças produzidas com carne de cachorro e gatos no Residencial Beira Mar, em Meaípe, balneário de Guarapari. Na residência foram encontrados 39 cães, 10 gatos e um papagaio em condições de maus tratos.

Continua depois da publicidade

A prefeitura de Guarapari, com apoio do Centro de Controle de Zoonozes (CCZ), e uma operação conjunta da Polícia Militar e Polícia Civil fizeram a busca após diversas denúncias de que os animais passavam fome, gritavam e eram mortos. O casal e a filha foram detidos e presos levados para a delegacia de Guarapari.

Segundo a Polícia Militar as denúncias eram feitas desde 2015, mas mediante a falta de provas, não conseguiam deter o trio. Após vistoria, foram encontradas diversas ossadas de animais na residência. Maurício Hott Peixoto, Ângela Débora Seraphin Lopes e Ana Carolina Seraphin Hott Peixoto foram encaminhados para o Centro de Detenção Provisória de Guarapari.

 

Advertisement

O conteúdo do AQUINOTICIAS.COM é protegido pela legislação brasileira sobre direito autoral. Não é permitida a sua reprodução total ou parcial sob pena de responder judicialmente nas formas da lei. Em caso de dúvidas, entre em contato: [email protected].