Cidades

Com salários atrasados, servidores de Muniz Freire farão paralisações no mês de outubro

COMPARTILHE
621

Servidores públicos municipais de Muniz Freire decidiram na semana passada que farão paralisações semanais neste mês de outubro para pressionar a Prefeitura a colocar em dia o pagamento dos salários.

Projeto de professor de Iúna ganha o 1º lugar no Programa Agrinho 2019

O projeto "Fossa Ecológica Elza de Castro" garantiu a a primeira colocação ao professor...

Após esperar por mais de uma hora em fila de banco, mulher receberá indenização no ES

Um banco foi condenado a indenizar uma moradora de Linhares, após ela aguardar por...

Desafio XCO de Mountain Bike acontece neste fim de semana em Cachoeiro

Neste final de semana, será realizado o Desafio XCO de Mountain Bike em Cachoeiro,...

De acordo com a advogada do Sindicato dos Servidores Públicos de Muniz Freire (Sindmunicipal), Luana Sales, o salário dos servidores referente ao mês de agosto só foi pago no dia 20 de setembro e a folha complementar, que inclui diretos trabalhista como adicional de insalubridade e periculosidade, horas extras, diárias, férias e 13º salário, não foi paga até o fechamento desta edição.

“Dos 600 servidores efetivos, 106 compareceram na assembleia, onde ficou definido que durante o mês de outubro, se o pagamento não for feito até o próximo dia 7, vamos fazer paralisação uma vez por semana, sendo que os servidores cruzarão os braços durante meio expediente, em todos os setores. Durante a manifestação, 50% dos servidores vão trabalhar normalmente”, disse a advogada.

Continua depois da publicidade

Ainda segundo Luana Sales, a previsão é que a primeira paralisação ocorra no dia 8. Caso não haja diálogo entre o Executivo e o sindicato, uma greve geral poderá acontecer em novembro.

Por telefone, o prefeito Carlos Bazzarella, o “Doutor Carlinhos”, disse que não comentaria o assunto, pois não foi notificado oficialmente.

Publicidade