Geral

Inquérito sobre óleo está aberto e ainda é inconclusivo, diz ministro da Defesa

COMPARTILHE
12

O inquérito sobre a origem do óleo que atingiu a costa litorânea do Nordeste está aberto e ainda é inconclusivo, afirmou o ministro da Defesa, general Fernando Azevedo e Silva, em coletiva de imprensa, durante o Fórum de Investimentos Brasil 2019.

Incêndio em boate do Rio pode ter começado em depóstio de descartáveis

O incêndio que deixou três mortos na uisqueria Quatro por Quatro, no centro do...

Bandidos armados invadem terminal de cargas da Latam em aeroporto no Rio

Dois dias após um assalto causar caos e terminar em morte no terminal de...

Receita Federal envia cartas a cerca de 330 mil contribuintes

/com informações Agência Brasil   A Receita Federal informou hoje (18) que cerca de 330 mil...

“Estamos levantando os navios e bandeiras. Pode ter sido acidente ou incidente, ainda não chegamos a essa conclusão”, disse o ministro na coletiva. O evento, realizado em São Paulo, é organizado pelo Banco Interamericano de Desenvolvimento e pela Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos.

Azevedo e Silva ressaltou que ainda não tem como saber se o vazamento foi criminoso. “Ainda não sabemos a origem. No momento, estamos verificando a origem do petróleo e não o responsável. Já sabemos que não é vazamento de nossas plataformas”, acrescentou o ministro.

Continua depois da publicidade

Na manhã desta quinta-feira, no mesmo evento, o presidente Jair Bolsonaro afirmou que tem “quase certeza” sobre o derramamento ser criminoso. “Tenho quase certeza. Não temos bola de cristal para descobrir rapidamente quem é o responsável pelo ato criminoso, mas tomamos as providências”, disse o presidente mais cedo.

André Ítalo Rocha, Circe Bonatelli e Isadora Duarte
Estadao Conteudo
Copyright © 2019 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Publicidade