Esporte Nacional

Pablo Marí credita boa fase a Jorge Jesus: 'Ele mudou minha vida em três meses'

COMPARTILHE
31
Advertisement
Advertisement

O zagueiro Pablo Marí é mais um jogador do Flamengo a defender o estilo de trabalho do técnico Jorge Jesus. O espanhol afirmou, nesta quarta-feira, em entrevista coletiva, que o treinador é o grande responsável pelo seu bom momento na equipe, que lidera o Campeonato Brasileiro e está na semifinal da Copa Libertadores.

Com duelo de artilheiros, Borussia Dortmund e Bayern fazem a 'final' do Alemão

Com a atenção de grande parte dos torcedores do país voltada para as telas...

São Paulo é 14º colocado em ranking de rotatividade de técnicos entre 2015 e 2019

O São Paulo é um dos clubes com maior rotatividade de técnicos no futebol...

Sem casos de coronavírus, Cruzeiro volta aos treinos na manhã de terça

O Cruzeiro retomará sua rotina de treinos na manhã de terça-feira. Nesta segunda, o...

“Ele é capaz de um minuto após o jogo corrigir e melhorar. É para poucos. O mister mudou a minha vida em três meses. Se ele não treinasse da maneira que treina, não teria tirado o melhor de mim. Temos que agradecer que temos um belíssimo treinador. O mister tem conseguido nos passar muito bem o que quer em cada partida. Se parece muito com o que passa na Europa”, disse o defensor, que foi indicado para a diretoria do clube carioca pelo treinador.

Pablo Marí ganhou a titularidade logo após a sua chegada e já soma 16 jogos com a camisa do Flamengo. “Cansando, evidentemente, estou. Não estava acostumado a jogar tantas partidas seguidas, domingo e quarta, mas tenho gana de seguir. Quando jogo pelo Flamengo esqueço que estou cansado. Quero muito ajudar a equipe”, afirmou o jogador, que faz boa dupla com Rodrigo Caio, mas terá outro companheiro no jogo com o Atlético-MG, nesta quinta-feira, no Maracanã, diante do Atlético-MG, pela 24.ª rodada.

Advertisement
Advertisement
Continua depois da publicidade

Rodrigo Caio está servindo a seleção brasileira. Rhodolfo e Thuler são as opções para atuar ao lado de Pablo Marí. E ele elogiou os reservas à disposição de Jorge Jesus. “Já mostramos que temos um elenco forte. Qualquer um pode jogar. É um momento que necessitamos de todo o elenco. Todos são importantes. Quem entrar na zaga tenho certeza que cumprirá seu papel.”

O jogador também festejou a evolução de sua carreira, lembrando que vinha atuando no Deportivo La Coruña antes de chegar ao Flamengo. “É diferente jogar aqui. Há um ano eu estava na segunda divisão da Espanha. Agora vou jogar uma semifinal de Libertadores. É fruto do trabalho do dia a dia, trabalhando forte e desfrutando do futebol. Jogar no Flamengo tem sido muito bonito.”

Estadao Conteudo
Copyright © 2019 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Advertisement

Ajude o bom jornalismo a nunca parar! Participe da campanha de assinaturas solidárias do AQUINOTICIAS.COM. Saiba mais.