Espírito Santo

Servidores públicos do ES ameaçam entrar em greve nesta quarta-feira (11)

COMPARTILHE
Arquivo SindiPúblicos
3079
Advertisement
Advertisement

Servidores públicos do Espírito Santo vão deliberar sobre uma greve geral durante assembleia unificada nesta quarta-feira (11). Participam servidores ativos e aposentados, que reinvindicam reposição salarial de 5,56%.

Alerta: chuvas fortes no Caparaó podem causar enchentes no Rio Itapemirim esta madrugada

As fortes chuvas não cessam em todo o Espírito Santo. Desde às 16h desta...

Sedes cria grupo de trabalho para auxiliar retomada econômica dos municípios afetados pelas chuvas no ES

Representantes da Secretaria de Desenvolvimento (Sedes) se reuniram, na manhã desta segunda-feira (20), com...

Auditores Fiscais Federais Agropecuários do ES atuaram rapidamente para conter o risco de consumo de cerveja contaminada

A ação rápida dos Auditores Fiscais Federais Agropecuários (Affas) do Espírito Santo foi essencial...

De acordo com o SindiPúblicos, a crescente insatisfação com a morosidade do governo em atender a pauta das categorias fez com que os policiais civis, delegados e até mesmo grupos de professores apoiem o movimento pela recomposição salarial. Segundo o Sindicato, a falta de revisão da inflação soma 26,51% de perdas

Os servidores já tiveram grande adesão durante a primeira assembleia, no dia 30 de agosto, na qual foi deliberado por ampla maioria o Estado de Greve. Neste segundo encontro, o sindicato espera ainda mais participação, desta vez de servidores do interior do Estado.

Advertisement
Continua depois da publicidade

Reunião com governo

Nesta terça-feira (10), o governo Casagrande convocou uma reunião com as lideranças dos servidores.

A secretária de gestão e recursos humanos, Lenise Loureiro, e representantes do governo afirmaram que analisam a margem financeira e que a recomposição não foi concedida até o momento devido o Estado ter assinado a Lei de Renegociação das Dívidas (LCs 156 e 159). Os diretores presnetes rebateram a a informação e afirmaram a lei garante que os estados cumpram o dispositivo constitucional que determina a recomposição anual.

A assembleia para deliberação da greve está mantida para está quarta-feira.

Advertisement

 

Advertisement
Publicidade