Segurança

Sequestrador fez ex-mulher caminhar por 8 KM em local de difícil acesso em Itapemirim

COMPARTILHE
19736
Advertisement

A monitora de van, Viviane dos Santos Scherrer, 43 anos, sequestrada pelo ex-marido, Thiago de Lima Costa, 36, na última sexta-feira (13), em Itapemirim, e resgatada pela polícia na tarde deste sábado (14), no mesmo município, contou em depoimento ao delegado Thiago Viana, que o ex-marido a obrigou caminhar por cerca oito quilômetros por um local de difícil acesso.

PC de Venda Nova prende suspeito de tentar matar vizinha a tiros

Policiais civis da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) de Venda Nova...

Operação Sentinela detém sete suspeitos, apreende drogas e armas em Cachoeiro e Castelo

A Polícia Militar realiza em todo o Espírito Santo nesta quinta-feira (4), a "...

Dupla que tentou matar vizinha a tiros em Venda Nova do Imigrante é presa pela PC

Policiais civis da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) de Venda Nova...

Ainda de acordo com a Polícia Civil, a intenção de Thiago era levar a ex-mulher para um local ainda mais deserto, mas ela se cansou, então ele concordou em permanecer no pasto  que fica na localidade de Córrego do Ouro, perto de uma mata fechada, onde Viviane foi encontrada.

As operações de resgate contaram com o apoio do grupo aéreo da Polícia Militar, Notaer, que ajudou na descoberta do cativeiro, e fez varreduras pela região, afim de encontrar o sequestrador, que fugiu em direção a mata. 

Advertisement
Local onde Viviane foi encontrada
Continua depois da publicidade

“As buscas começaram assim que o sequestro foi noticiado à nossa delegacia, na data de ontem. Inicialmente realizamos diligências em Alto Coqueiro, onde a vítima e o sequestrador foram deixados por um comparsa. Em seguida, descobrimos um cativeiro, mas eles não estavam lá. Hoje, as buscas foram em Garrafão e Córrego do Ouro, onde conseguimos resgatá-la”, descreveu Viana.

A monitora foi resgata sem sinais de agressão e levada a um hospital para uma avaliação médica, em seguida, encaminhada a um local seguro.

As buscas foram realizadas em conjunto com a Polícia Militar, Guarda Municipal de Marataízes e Polícia Rodoviária Federal. No Córrego do Ouro, foi solicitado apoio do helicóptero do Notaer, pois o local era de difícil acesso.

“Localizamos a vítima na Zona Rural, em um grande vale, perto de uma mata. A descida era bastante íngreme. O suspeito e a vitima caminharam por cerca de oito quilômetros até chegarem a este ponto, onde ela não aguentou mais andar. Ela foi abandonada por ele, que prosseguiu na fuga pela mata” explicou o delegado.

Advertisement

O crime

A monitora foi sequestrada na última sexta-feira, a bordo de uma van escolar. Ela contou ao delegado que pegava carona com a van frequentemente, para ir de casa até a região onde ela iniciava a própria rota. Nessa sexta, o veículo foi interceptado por um carro com três ocupantes, na localidade de Santo Amaro, em Itapemirim. Um homem desembarcou e, com uma arma de fogo, rendeu a monitora, a obrigando a entrar no carro.

Durante as diligências, o motorista do carro foi preso em flagrante. Janderson Alves Pereira, 31 anos, é proprietário do veículo usado no sequestro e confirmou, em depoimento, que dirigia no momento do crime. Na residência dele, a polícia encontrou duas armas de fogo.

Janderson foi autuado em flagrante por sequestro e posse ilegal de arma de fogo, e encaminhado ao Centro de Detenção Provisória de Marataízes.

Outros envolvidos ainda não foram localizados. “Os levantamentos apontam que o ex marido da vítima é o autor do sequestro, e outras pessoas podem estar envolvidas. As investigações terão continuidade”, afirmou Viana.

A Polícia conta com a colaboração da população e qualquer contribuição para localizar os suspeitos pode ser feita por meio do Disque-Denúncia 181 ou pelo disquedenuncia181.es.gov.br, onde é possível anexar imagens e vídeos de ações criminosas. O anonimato é garantido e todas as informações são investigadas.

Advertisement

Ajude o bom jornalismo a nunca parar! Participe da campanha de assinaturas solidárias do AQUINOTICIAS.COM. Saiba mais.