Segurança

Lavrador é preso em Castelo suspeito de estuprar filha por dez anos

COMPARTILHE
imagem ilustrativa
3065
Advertisement
Advertisement

Um lavrador, de 38 anos, foi preso na localidade de Forno Grande, em Castelo, depois que a Delegacia Especializada de Atenção à Mulher (Deam) de Venda Nova do Imigrante recebeu uma denúncia informando que o suspeito estuprou e ameaçou a filha, de 20 anos. Ele foi detido na tarde dessa quarta-feira (11).

Condenado por estupro é preso em Brejetuba pela Polícia Civil

Um foragido da Justiça, de 56 anos, por crime de estupro foi preso na...

PC prende irmãos investigados por homicídio no Monte Líbano, em Cachoeiro

Policiais civis da Delegacia Especializada de Homicídio e Proteção à Pessoa (DHPP) de Cachoeiro...

TRF-3 decreta prisão preventiva de juiz federal e secretário por propinas

Os desembargadores do Órgão Especial do Tribunal Regional Federal da 3ª Região, em São...

A vítima procurou a delegacia em busca de ajuda, depois de sofrer violência sexual por dez anos. Ela relatou que os estupros começaram quando tinha dez anos de idade e, desde o início, era ameaçada pelo pai. O suspeito tinha a guarda da filha e da enteada de seis anos, moravam apenas os três e ambas dependiam financeiramente dele. Por tudo isso, a jovem nunca teve coragem de denunciar.

No entanto, a situação se agravou ainda mais. “A jovem relatou que recentemente, passou a ser ameaçada de morte pelo próprio pai, para que ela não contasse a ninguém sobre os constantes estupros que vinha sofrendo. Além disso, percebeu que a irmã, de apenas seis anos, também estava sendo assediada por ele”, informou a titular da Deam, delegada Lorena Robaldo.

Advertisement
Continua depois da publicidade

Diante dos fatos, policiais da Deam estiveram no local de trabalho do suspeito, e o conduziram à delegacia. Inicialmente, ele negou as acusações, mas, ao ser informado que a filha mais velha seria submetida a exames, acabou confessando que tinha violentado a jovem nos últimos dois dias, e também confirmou as ameaças.

A delegada representou pela prisão preventiva do suspeito, pelo crime de estupro, que foi concedida pela justiça. Ele também foi autuado em flagrante por ameaça. O lavrador foi encaminhado ao Centro de Triagem de Viana (CTV)

Advertisement

Ajude o bom jornalismo a nunca parar! Participe da campanha de assinaturas solidárias do AQUINOTICIAS.COM. Saiba mais.