Economia

Política monetária da China deve seguir "estável e saudável", segundo BC

COMPARTILHE
7

O presidente do Banco do Povo da China (PBoC, o banco central chinês), Yi Gang, disse nesta terça-feira que a política monetária do país se manterá “estável e saudável”, sinalizando que a autoridade monetária não planeja cortar juros para estimular o crescimento.

Cade veta aquisição de transportadora pela Brink's e expõe 'mercado concentrado'

O superintendente-geral do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade), Alexandre Cordeiro Macedo, demonstrou preocupação...

Emissão de ações do BB atrai pessoas físicas

O Banco do Brasil conseguiu atrair R$ 7 bilhões em investimentos de pessoas físicas...

Governo quer alterar programa de socorro dos Estados para incluir MG

O governo federal vai propor ao Congresso uma nova roupagem para o Regime de...

Em coletiva de imprensa, Yi declarou que a China evitará um “estímulo massivo”. Ele afirmou que o nível da taxa de juros está “apropriado” e que não haverá grandes cortes na taxa de compulsório bancário.

O presidente do PBoC afirmou, ainda, que o crescimento econômico está numa faixa “razoável” e a inflação está “relativamente moderada”. Além disso, Yi disse que o banco assume o compromisso de reduzir os custos de financiamento através de reformas.

Continua depois da publicidade

Associated Press; Dow Jones Newswires
Estadao Conteudo
Copyright © 2019 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Publicidade