Esporte Nacional

Pâmela Rosa e Rayssa Leal fazem dobradinha brasileira no Mundial de Skate Street

COMPARTILHE
27
Advertisement
Advertisement

As skatistas brasileiras Pâmela Rosa, de 20 anos, e Rayssa Leal, de apenas 11, fizeram uma dobradinha na etapa de São Paulo do Mundial de Skate Street, para delírio do público, que compareceu em peso a pista especialmente montada para o evento, no Anhembi. Pamela, que usou a camisa da seleção brasileira de futebol, ficou com a vitória e Rayssa foi a segunda colocada. A japonesa Aori Nishimura fechou o pódio da competição.

Vice do Grêmio vê 'situação controlada' no RS e prevê volta do Gauchão em julho

O vice-presidente de futebol do Grêmio, Paulo Luz, afirmou nesta terça-feira que o cenário...

'Respostas virão quando a bola rolar', diz Cazares

O meia Cazares, do Atlético Mineiro, se manifestou na noite desta terça-feira sobre a...

De olho na presidência do São Paulo, Marco Aurélio Cunha deixa cargo na CBF

De olho nas eleições para presidente do São Paulo, Marco Aurélio Cunha deixou nesta...

Muito emocionada, Pamela dedicou a vitória ao tio, que faleceu na madrugada anterior. “Esse título significa muito para mim. Dedico ao meu tio Maninho, só venci hoje por causa dele”, disse a brasileira, sem conseguir segurar as lágrimas. “A torcida brasileira foi sensacional. Sem dúvida isso me deu força para encarar essa final e levar o título.”

Rayssa Leal liderou a prova após cinco das sete descidas, quando Pamela assumiu a ponta com uma linda manobra que lhe rendeu 7,8 de nota, a maior de toda a decisão aplicada pelos juízes. “”Vim para cá para me divertir. Ter ficado em segundo lugar é como se fosse uma vitória mim. Estou muito, muito feliz”, festeja a “Fadinha”, como é conhecida a skatista de 11 anos.

Advertisement
Advertisement
Continua depois da publicidade

Como o evento dá 80 mil pontos ao campeão no ranking olímpico, os vencedores da etapa dão um passo importante para representar seu país nos Jogos de Tóquio-2020, no Japão. Dessa forma, Pamela e Rayssa deram um passo grande para garantir a presença na Olimpíada.

MASCULINO – Na decisão masculina da etapa de São Paulo do Mundial de Skate Street, Kelvin Hoefler – o único brasileiro presente na final deste domingo – terminou fora do pódio, na quarta colocação geral. O norte-americano Nyjah Huston, tricampeão mundial e dono de 12 medalhas de ouro no X-Games, terminou em primeiro lugar, o japonês Yuto Horigome ficou com a prata e o pódio foi completado pelo português Gustavo Ribeiro, que conquistou o público no Anhembi, com o bronze.

Estadao Conteudo
Copyright © 2019 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Advertisement

Ajude o bom jornalismo a nunca parar! Participe da campanha de assinaturas solidárias do AQUINOTICIAS.COM. Saiba mais.