Esporte Nacional

Palmeiras bate Fortaleza fora de casa e mantém perseguição ao líder Flamengo

COMPARTILHE
14

Com futebol nada brilhante e gol de bola parada, o Palmeiras somou neste domingo, no Castelão, três pontos muito importantes no Campeonato Brasileiro. A equipe alviverde ganhou por 1 a 0 do Fortaleza e se manteve firme na disputa pelo título da competição. Em uma rodada que teve vitória do líder Flamengo no sábado, o resultado na capital cearense é fundamental para se manter apenas três pontos atrás do primeiro colocado.

Com um a menos, Uruguai arranca empate com seleção peruana em Lima

As seleções peruana e uruguaia empataram por 1 a 1 nesta terça-feira, em amistoso...

Thiago Neves revela uso de remédio para dormir por causa da má fase do Cruzeiro

O meia Thiago Neves afirmou, nesta terça-feira, durante entrevista coletiva, que a má fase...

Demoliner vence em estreia nas duplas em Moscou; Medvedev desiste de evento russo

Atuando ao lado do holandês Matwee Middlekoop, o brasileiro Marcelo Demoliner estreou com vitória...

Vice-líder, o Palmeiras venceu graças a um gol de Willian, no começo do segundo tempo. Isso salvou a equipe de retornar de Fortaleza com um empate por 0 a 0, embora pelo nível técnico da partida o placar sem gols seria justo. Os dois times fizeram um jogo de poucas emoções. Prevaleceu o oportunismo do time alviverde contra a falta de qualidade do Fortaleza para finalizar.

Os dois times sentiram uma enorme falta dos desfalques no Castelão. Com baixas ofensivas, as equipes fizeram uma partida de pouca emoção e sem qualidade no ataque. A ausência no Fortaleza de Wellington Paulista e Felipe Pires deixou o time com pouco entrosamento, enquanto o Palmeiras, sem contar com Dudu, diminuiu a capacidade de furar a defesa adversária.

Continua depois da publicidade

O técnico Mano Menezes escalou Zé Rafael na vaga de Dudu, porém isso não deu resultado. O Palmeiras avançava bem até o ataque, mas depois, no trecho final do campo, a jogada desandava. Faltavam velocidade e drible para surpreender os zagueiros. O time tentava compensar essa falha com muitos passes para o lado, sem levar perigo ou sequer arriscar um chute a gol para surpreender.

A pouca criatividade fez o primeiro tempo terminar sem gols. No entanto, isso logo mudou graças a uma bola parada e ao oportunismo do Palmeiras. Em um escanteio aos dois minutos da etapa final, a bola caiu nos pés de Willian, que chutou cruzado e contou com um desvio para marcar. A vantagem melhorou o jogo, pois o Fortaleza resolveu se arriscar mais, apesar das limitações.

Mesmo com a vitória parcial, o Palmeiras errava por continuar sem alternativas para o contra-ataque. O time não tinha opções de velocidade e buscou consertar o problema ao buscar substituições em outros setores. O meia Lucas Lima entrou para dar mais qualidade no passe e o centroavante Deyverson teve como papel ajudar a segurar a bola. Ainda assim, o time não evoluiu.

O Fortaleza pressionou mais no segundo tempo. O lateral-direito Tinga deu bastante trabalho e as bolas paradas assustavam. Enquanto isso, o Palmeiras se via acuado. O atacante Carlos Eduardo entrou como aposta para dar velocidade nos contra-ataques e finalmente o time conseguiu voltar a ameaçar. O problema foi a falta de pontaria e até alguns lances bisonhos, como furadas e erros técnicos.

Nos minutos finais o Palmeiras conseguiu segurar o resultado pela qualidade da defesa e também pela limitação técnica do Fortaleza em criar perigo. Pelo menos a equipe de Mano Menezes iniciou o segundo turno com vitória.

O Palmeiras voltará a campo pelo Brasileirão na próxima quinta-feira, quando receberá o CSA, às 19h15, no Pacaembu, em São Paulo. Já o Fortaleza, que estacionou nos 23 pontos, terá pela frente no mesmo dia o Athletico, às 21h30, na Arena da Baixada, em Curitiba.

FICHA TÉCNICA

FORTALEZA 0 X 1 PALMEIRAS

FORTALEZA – Felipe Alves (Marcelo Boeck); Tinga, Quintero, Jackson e Carlinhos; Felipe, Gabriel Dias (Juninho) e Edinho (Kieza); Romarinho, André Luis e Osvaldo. Técnico: Zé Ricardo.

PALMEIRAS – Weverton; Marcos Rocha, Gómez, Vitor Hugo e Diogo Barbosa; Felipe Melo, Bruno Henrique e Scarpa; Willian (Carlos Eduardo), Zé Rafael (Lucas Lima) e Luiz Adriano (Deyverson). Técnico: Mano Menezes.

GOL – Willian, aos 2 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS – Marcos Rocha, Felipe Alves, Felipe, André Luís e Carlinhos.

PÚBLICO E RENDA – Não disponíveis.

ÁRBITRO – Marcelo de Lima Henrique (RJ).

LOCAL – Arena Castelão, em Fortaleza (CE).

Ciro Campos
Estadao Conteudo
Copyright © 2019 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Publicidade