Política Nacional

No Twitter, Haddad fala em impeachment de Witzel e o acusa de ser 'assassino'

COMPARTILHE
25

O ex-prefeito de São Paulo Fernando Haddad (PT) defendeu neste sábado, 21, no Twitter, o impeachment do governador do Rio, Wilson Witzel (PSC), e o acusou de ser “um assassino”. Haddad afirmou, sem especificar, que “coisas absurdas estão acontecendo”.

Caso Queiroz é "quase um troco" e tem "pouca importância", diz Mourão

O vice-presidente da República, Hamilton Mourão, minimizou as suspeitas de corrupção contra o senador...

"Não vejo isolamento internacional do Brasil sobre a Amazônia", diz Mourão

O vice-presidente da República, Hamilton Mourão, disse que não vê "isolamento internacional" do Brasil...

Sem acordo, CPI do BNDES caminha para não votar relatório

Sem acordo, a Comissão Parlamentar de Inquérito do BNDES caminha para terminar em "pizza",...

Ele afirmou também na postagem que “há razões de sobra” para a destituição de Witzel por impeachment. Haddad disse que ele é “o grande responsável pelas atrocidades que se cometem no Rio”. O ex-prefeito de São Paulo e o governador do Rio são apontados como possíveis candidatos a presidente em 2022. A reportagem entrou em contato com a assessoria de Witzel e aguarda um posicionamento.

Leia a íntegra do tuíte de Haddad:

Continua depois da publicidade

“Fora Witzel: Tenho evitado tuitar esses dias. Coisas absurdas acontecendo. Mas, com toda sinceridade, eu realmente penso que há razões de sobra para que se peça o impeachment de Witzel. Ele é o grande responsável pelas atrocidades que se cometem no Rio de Janeiro. Um assassino!”

Daniel Galvão e Mariana Durão
Estadao Conteudo
Copyright © 2019 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Publicidade