Esporte Nacional

Pia Sundhage anuncia na quinta as convocadas para amistosos da seleção feminina

COMPARTILHE
21

A CBF confirmou nesta segunda-feira que a técnica da seleção brasileira feminina, Pia Sundhage, anunciará na próxima quinta, às 15 horas, uma lista de 23 jogadoras convocadas para os dois próximos amistosos da equipe nacional, nos dias 5 e 8 de outubro, datas reservadas pela Fifa para jogos entre seleções.

Corinthians arranca empate e avança às quartas de final da Libertadores Feminina

O Corinthians está classificado às quartas de final da Copa Libertadores Feminina. Neste sábado,...

Cruzeiro vence de virada, sai da degola e complica Corinthians na briga pelo G4

O Corinthians perdeu de virada para o Cruzeiro por 2 a 1, neste sábado,...

Demoliner fatura título das duplas de torneio da ATP em Moscou

O brasileiro Marcelo Demoliner conquistou neste sábado o título da chave de duplas do...

Na primeira destas datas, o Brasil terá pela frente a Inglaterra, na casa da rival, no estádio Riverside, em Middlesbrough. Três dias depois, a equipe do País enfrentará a Polônia, na cidade polonesa de Kielce.

Após confirmar as 23 convocadas para estes dois próximos compromissos, a treinadora sueca concederá entrevista coletiva na sede da CBF. Os dois amistosos fora de casa haviam sido anunciados pela entidade há quase duas semanas, quando a comandante festejou a oportunidade de poder encarar estas duas rivais europeias.

Continua depois da publicidade

Estes dois jogos de outubro serão o terceiro e o quarto confrontos da seleção sob o comando de Pia. Ela estreou à frente da equipe nacional em um torneio amistoso realizado entre o final de agosto e o início deste mês, no estádio do Pacaembu, em São Paulo.

No primeiro duelo de Pia como técnica da seleção, o Brasil goleou a Argentina por 5 a 0. Na segunda partida, porém, o time não passou de um empate sem gols com o Chile e perdeu o título da competição amistosa ao ser derrotada nos pênaltis por 5 a 4.

A sueca tenta realizar um trabalho vitorioso como treinadora da seleção brasileira depois de ter assumido o lugar de Vadão, demitido em julho, um mês após a eliminação do País diante da França nas oitavas de final do Mundial, realizado em solo francês.

Estadao Conteudo
Copyright © 2019 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Publicidade