Internacional

Ex-premiê David Cameron faz mea culpa e lamenta consequências do Brexit

COMPARTILHE
11
Advertisement
Advertisement

Primeiro-ministro do Reino Unido em 2016, quando houve o plebiscito para o Brexit, David Cameron disse em entrevista ao jornal The Timesque “lamenta” as divisões do país após a votação em que o divórcio da União Europeia foi vencedor.

Documento da OMS diz que China atrasou liberação de informações da covid-19

A China atrasou a entrega de informações importantes sobre o novo coronavírus durante os...

EUA impõem sanções a quatro empresas por transporte de petróleo venezuelano

Os Estados Unidos impuseram nesta terça-feira, 2, sanções a quatro empresas que transportaram petróleo...

Trump pressiona prefeito de NY a convocar Força Nacional para conter protestos

O presidente norte-americano, Donald Trump, ampliou a pressão para que o prefeito de Nova...

O conservador disse que pensa nas consequências do Brexit “todos os dias” e que se preocupa “desesperadamente” com o que acontecerá no futuro.

“Lamento profundamente o resultado e aceito que minha abordagem falhou”, disse ele. “As decisões que tomei contribuíram para esse fracasso. Eu falhei.”

Advertisement
Advertisement
Continua depois da publicidade

Apesar de ter convocado o plebiscito, Cameron apoiou a permanência do Reino Unido na UE e renunciou na manhã seguinte à votação, ficando desde então fora da política eleitoral e em grande parte fora dos olhos do público. Fonte: Associated Press.

AE
Estadao Conteudo
Copyright © 2019 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Advertisement

Ajude o bom jornalismo a nunca parar! Participe da campanha de assinaturas solidárias do AQUINOTICIAS.COM. Saiba mais.