Cachoeiro de Itapemirim

Sancionada lei que garante a servidores de Cachoeiro até 40% de adicional por insalubridade e periculosidade

COMPARTILHE
Divulgação PMCI
2772
Advertisement
Advertisement

O prefeito de Cachoeiro de Itapemirim, Victor Coelho, sancionou a Lei Municipal Nº 7.717, que define as atividades insalubres e perigosas para efeitos de percepção do adicional correspondente. Com a nova regra, que entrou em vigor nesta segunda-feira (26), servidores estatutários poderão receber até 40% de adicional no salário.

Cachoeirenses fazem música em homenagem aos profissionais da saúde

O confinamento dentro de casa tem gerado reclamações em grande escala nas redes sociais,...

Burarama vai promover um carnaval com oficinas e apresentações culturais

O distrito de Burarama, em Cachoeiro de Itapemirim, contará com uma programação diferenciada para...

Vendas para show do Ferrugem, em Cachoeiro, começam nesta quarta (12)

Um dos maiores nomes do pagode nacional, se apresenta em Cachoeiro de Itapemirim, no...

De acordo com a lei, serão consideradas atividades ou operações insalubres aquelas que, por sua natureza, condições ou métodos de trabalho, exponham os servidores púbicos municipais a agentes nocivos à saúde, acima dos limites de tolerância fixados em razão da natureza e da intensidade do agente e do tempo de exposição aos seus efeitos.

A Prefeitura utilizará o quadro das atividades e operações insalubres, aprovado pela Secretaria do Trabalho do Ministério da Economia ou outro órgão que vier a substituí-la, e adotará normas sobre os critérios de caracterização da insalubridade.

Advertisement
Continua depois da publicidade

A municipalidade adotará medidas de proteção do organismo do servidor público municipal nas operações que produzem aerodispersóides tóxicos, irritantes, alérgicos ou incômodos.

O exercício de trabalho em condições insalubres, acima dos limites de tolerância estabelecidos pela Secretaria do Trabalho do Ministério da Economia, assegura a percepção de adicional respectivamente de 40%, 20% e 10% sobre o vencimento ou subsídio inicial da carreira da categoria no Plano de Cargos, Carreiras, Subsídios e Vencimentos, sem o acréscimo resultantes de gratificações, progressões e promoções, segundo se classifiquem nos graus máximo, médio e mínimo.

Pela regra, poderão ser beneficiados servidores municipais expostos permanentemente a trabalho em condições de periculosidade, para aqueles que estão expostos a inflamáveis, explosivos ou energia elétrica; roubos ou outras espécies de violência física nas atividades profissionais de segurança pessoal ou patrimonial; atividades em motocicleta; atividades de risco em potencial concernentes a radiações ionizantes ou substâncias radioativas. Nestes casos, ficará assegurado o adicional de 30% sobre os vencimentos.

Classificação

Advertisement

A caracterização e classificação da insalubridade e da periculosidade, segundo as normas da Secretaria do Trabalho do Ministério da Economia ou outro órgão que vier a substituíla, far-se-ão através de perícia a cargo de Médico do Trabalho ou Engenheiro do Trabalho, registrados na Secretaria do Trabalho do Ministério da Economia ou órgãos afins.

Advertisement

Ajude o bom jornalismo a nunca parar! Participe da campanha de assinaturas solidárias do AQUINOTICIAS.COM. Saiba mais.