Cidades

Tamanduá-mirim é resgatado pela PM Ambiental perto de forno de metalúrgica em Cachoeiro

COMPARTILHE
Divulgação PM Ambiental
199
Advertisement
Advertisement

Os funcionários de uma metalúrgica, no distrito industrial de São Joaquim, em Cachoeiro, receberam uma visita inusitada na tarde desta quarta-feira (20). Um tamanduá-mirim entrou no local e ficou próximo ao forno da empresa.

Guaçuí registra o quarto óbito por Covid-19 nesta quinta-feira (4)

Guaçuí registrou mais uma morte por Covid-19 nesta manhã de quinta-feira (4). Com isso,...

Profissionais da Santa Casa de Guaçuí recebem homenagens em forma de música

Profissionais da saúde de Guaçuí receberam nesta quarta-feira (3), uma linda homenagem da Lyra...

Cachoeirense que teve rosto queimado durante procedimento estético será indenizada em R$ 5 mil

O juiz titular da 2ª Vara Cível de Cachoeiro de Itapemirim julgou parcialmente procedentes...

Ao perceberem que o animal estava em situação de risco, os trabalhadores acionaram a Polícia Militar Ambiental.

Policiais da 4ª Companhia realizaram o resgate do animal, que foi encaminhado à Unidade de Conservação Monumento Natural Serra das Torres, que fica entre os municípios de Atílio Vivácqua, Muqui e Mimoso do Sul, e reintroduzido à natureza sob supervisão do gestor do local.

Advertisement
Continua depois da publicidade

Saiba mais

O tamanduá- mirim, também conhecido como tamanduá- colete, é arborícola e pode ter até 105 cm de comprimento.

A espécie vive sozinha e tem hábitos diurnos, mas apresentam comportamento noturno quando está em áreas ocupadas pelo homem. São ativos por oito horas ao dia, geralmente, e costumam se abrigar dentro de buracos em tronco de árvores.

Veja vídeo do animal em seu habitat:

Advertisement

Advertisement

Ajude o bom jornalismo a nunca parar! Participe da campanha de assinaturas solidárias do AQUINOTICIAS.COM. Saiba mais.