Cidades

Militares fazem teste de compatibilidade para ajudar menino que busca por doador de medula em Alegre

COMPARTILHE
2373

Militares da Força Tática fizeram nesta quinta-feira (15), o teste de compatibilidade de medula óssea para o menino Brenno Aguiar, de oito anos, morador de Alegre que sofre com uma doença rara chamada Anemia de Fanconi.

Tradicional Festa do Café em Iúna terá show com Michel Teló

A 9ª edição da Festa do Café, em Iúna, vai contar com diversos shows,...

Motorista de carro estacionado na contramão atingido por caminhão também é responsabilizado por acidente, decide TJES

A 2ª Câmara Cível do TJES, ao analisar o recurso de motorista de caminhão...

Eventos esportivos em Cachoeiro alertam para prevenção do câncer de mama e de próstata

A Secretaria Municipal de Esporte e Lazer (Semesp) de Cachoeiro promoverá nesta semana duas...

O policiais estão ajudando na campanha para conseguir mais pessoas disponíveis à fazer o teste, e o resultado, foi excelente. Além dos oito militares, que foram à Vitória fazer a tipagem sanguínea, dois ônibus cheios com voluntários seguiram para a Capital na esperança de encontrar o tão desejado doador compatível para o transplante.

Continua depois da publicidade

Brenno que é super fão da PM ficou orgulhoso e feliz com a ajuda dos militares. A enfermidade do pequeno alegrense pode evoluir para leucemia e a família enfrenta uma luta contra o tempo para salvar a vida de Brenno.

Anemia de Fanconi

Trata-se de uma disfunção genética hereditária que acarreta na má formação congênita, falência progressiva da medula, predisposição ao câncer e alterações na visão e audição. Brenno também é albino, um distúrbio congênito caracterizado pela ausência completa ou parcial de pigmento na pele, cabelos e olhos, devido à ausência ou defeito de uma enzima envolvida na produção de melanina.

 

Publicidade