Cidades

Militares fazem teste de compatibilidade para ajudar menino que busca por doador de medula em Alegre

COMPARTILHE
2414
Advertisement
Advertisement

Militares da Força Tática fizeram nesta quinta-feira (15), o teste de compatibilidade de medula óssea para o menino Brenno Aguiar, de oito anos, morador de Alegre que sofre com uma doença rara chamada Anemia de Fanconi.

Consórcio de imprensa aponta total de 72.234 mortes por Covid-19 no País

O Brasil registrou desde as 20 horas do domingo 1.665 novos casos de contaminação...

Estradas do interior de Anchieta recebem aplicação de Revsol

As estradas do interior de Anchieta estão recebendo melhorias. Um trecho de 3,5 km,...

ES: inscrições para 26 mil vagas em 13 cursos gratuitos terminam nesta quarta (15)

O cidadão que deseja se qualificar em casa tem até às 23h59 desta quarta-feira...

O policiais estão ajudando na campanha para conseguir mais pessoas disponíveis à fazer o teste, e o resultado, foi excelente. Além dos oito militares, que foram à Vitória fazer a tipagem sanguínea, dois ônibus cheios com voluntários seguiram para a Capital na esperança de encontrar o tão desejado doador compatível para o transplante.

Advertisement
Continua depois da publicidade

Brenno que é super fão da PM ficou orgulhoso e feliz com a ajuda dos militares. A enfermidade do pequeno alegrense pode evoluir para leucemia e a família enfrenta uma luta contra o tempo para salvar a vida de Brenno.

Anemia de Fanconi

Trata-se de uma disfunção genética hereditária que acarreta na má formação congênita, falência progressiva da medula, predisposição ao câncer e alterações na visão e audição. Brenno também é albino, um distúrbio congênito caracterizado pela ausência completa ou parcial de pigmento na pele, cabelos e olhos, devido à ausência ou defeito de uma enzima envolvida na produção de melanina.

 

Advertisement

Advertisement

Ajude o bom jornalismo a nunca parar! Participe da campanha de assinaturas solidárias do AQUINOTICIAS.COM. Saiba mais.