Cidades

Juiz de Venda Nova desenvolve projeto para auxiliar a comunidade da Região Serrana na forma de se relacionar

COMPARTILHE
465

O juiz da Comarca de Venda Nova do Imigrante, Valeriano Cezário Bolzan, está desenvolvendo um trabalho inédito no Poder Judiciário Estadual, que tem o objetivo de despertar a inteligência emocional de moradores da Região Serrana do Estado. É o projeto “Viva Acima e Além”, que oferece workshops gratuitos e abertos ao público, que acontecem todas as quartas-feiras, a partir das 19h, no auditório do Fórum Desembargador José Vieira Coelho, horário em que as atividades judiciárias já foram encerradas.

Pedágio educativo vai alertar sobre proliferação do mosquito da dengue em Anchieta

A Vigilância Ambiental de Anchieta, por meio do Programa de Educação em Saúde e...

Decreto simplificará abertura de empresas em Cachoeiro de Itapemirim

Nesta sexta-feira (6), o prefeito Victor Coelho assinará um decreto com foco na desburocratização...

Ônibus com decoração natalina e motorista 'Papai Noel' começam a circular em Cachoeiro

Os passageiros do transporte coletivo em Cachoeiro foram surpreendidos nesta quarta-feira (4). com dois...

Entre os temas já abordados estão mindset (a forma como a pessoa enxerga o mundo e interpreta os acontecimentos ao seu redor), autoconhecimento, autorresponsabilidade e o poder do agora. O juiz Valeriano Cezário Bolzan, que atua na Vara Única de Venda Nova há 15 anos, percebeu uma carência de conhecimento no assunto entre os moradores do município e realiza o projeto de forma voluntária e fora do expediente.

“A ideia surgiu a partir dos vários atendimentos, às partes e às pessoas da comunidade, que realizo em meu gabinete, que está sempre aberto para todos da Comarca e sem agendar horário. Percebi que muitas vezes estava dando dicas de vida e equilíbrio emocional. Espero, com esse trabalho, despertar as pessoas para que elas olhem para dentro de si e deixem o barulho do mundo, que não ajuda, pelo contrário, só atrapalha no desenvolvimento humano. Espero potencializar as pessoas para enfrentar os diversos dilemas que a vida nos traz. Assim, elas podem verificar em que áreas da vida precisam melhorar e como podem melhorar a relação com todos que estão ao seu redor”, explicou o juiz.

Continua depois da publicidade

O magistrado que já participou de treinamentos em Inteligência Emocional pelo Brasil e atualmente estuda Pós-Graduação em psicologia Positiva na PUC do RS, explica que os encontros não são apenas palestras, onde os participantes recebem a informação de forma passiva. Pelo contrário, o conteúdo é vivenciado por meio de dinâmicas de grupo e momentos de interiorização.

“Várias pessoas que respondem a ações judiciais nas áreas de família e da infância e juventude estão participando dos encontros. É uma oportunidade para que elas se observem mais e, com isso, talvez possam sair dos conflitos de uma forma mais adequada. Em uma situação de divórcio, por exemplo, as partes podem encontrar um equilíbrio emocional e buscar uma solução mais sensata para a família”, concluiu o juiz Valeriano, que em setembro completa 25 anos de magistratura no Judiciário Estadual.

O magistrado já promoveu cinco encontros e a média de público é de 50 pessoas. O último ocorreu na quarta, dia 14/08, quando o juiz abordou o tema “A força do propósito”. O convite é feito por rede social e na rádio da região de Venda Nova do Imigrante.

Publicidade