Segurança

Irmãs de 14 e 11 anos denunciam pai por estupro e homem acaba preso no ES 

COMPARTILHE
4060

Policiais civis da Delegacia de Proteção à Criança e Adolescente (DPCA), cumpriram, nesta quinta-feira (1), em Vila Velha, o mandado de prisão preventiva de G.C.N., de 47 anos, suspeito de cometer estupro de vulnerável em desfavor de sua filha, de 14 anos, e sua enteada, de 11 anos.

Briga entre gangues deixa um morto no bairro Zumbi, em Cachoeiro

A onda de assassinatos no mês de outubro continua em Cachoeiro de Itapemirim. Uma...

Lavrador é atingido por golpes de punhal na varanda de casa em distrito de Mimoso do Sul

Um lavrador de 51 anos foi atingido por golpes de punhal, na tarde desta...

Três hectares de florestas são queimados em incêndio no Alto da Serra de Alegre

Um incêndio de grandes proporções queimou aproximadamente três hectares de florestas em Alegre. O...

O titular da DPCA, delegado Diego Aleluia, informou que a filha do suspeito, de 14 anos, esteve no dia 26 de julho no Conselho Tutelar de Vila Velha e denunciou que ela e a meia-irmã estariam sendo abusadas pelo suspeito.

“Os abusos ocorriam dentro do quarto do casal, na residência onde as meninas, junto com o suspeito e sua companheira, mãe de uma delas, moravam, em Vila Velha. Os crimes ocorriam individualmente, entre o detido e uma das meninas, há cerca de um ano”, relatou o delegado.

Continua depois da publicidade

Segundo o delegado, a menina mais velha descobriu que a mais nova sofria do mesmo abuso durante uma conversa particular. “Acreditamos que o que motivou essa filha a denunciar o pai foi, justamente, saber que o mesmo acontecia com a meia-irmã”, explica.

A companheira do detido, mãe de uma das vítimas, não estava ciente dos crimes, uma vez que ele era praticado quando o suspeito estava sozinho com as meninas em casa.

G.C.N. está sendo indiciado por estupro de vulnerável e foi encaminhado para o Centro de Triagem de Viana (CTV).

 

 

Publicidade