Cidades

Investigados na Operação Carro de Boi em Guaçuí deixam de responder por organização criminosa

COMPARTILHE
Divulgação
1003

As investigações da Operação Carro de Boi que apura esquema de fraudes na Santa Casa de Guaçuí e que estavam sob análises na II Vara Criminal da Justiça Federal de Vitória foram encaminhas nesta segunda-feira (19) para I Vara da Justiça Federal de Cachoeiro de Itapemirim.

Cachoeiro promoverá novo mutirão de negociação de dívidas em novembro

O Procon de Cachoeiro de Itapemirim está organizando um novo mutirão de negociação de...

Victor Coelho visita obras na região do próximo Transforma Cachoeiro

Na manhã desta segunda-feira (21), o prefeito de Cachoeiro, Victor Coelho, esteve nos bairros...

Moradores são atacados por cães de rua em Mimoso do Sul e pedem providência da prefeitura

Na tentativa de fazer com que a prefeitura tome uma providência, moradores de Mimoso...

A decisão foi assinada pelo juiz federal, Américo Bede Freire Junior, após parecer emitido pelo Ministério Público Federal e Procuradoria da República no Espírito Santo. Os investigados, agora, deixam de responder por organização criminosa.

O processo retornou para a Justiça Federal de Cachoeiro de Itapemirim já que a II Vara Federal Criminal da Capital tem como especialidade investigar organizações criminosas.

Continua depois da publicidade

As apurações apontaram que não houve provas suficientes de que o grupo agia por meio de uma associação criminosa. Como também não houve constatação de uma estrutura ordenada, com por exemplo, divisão de tarefas. Com a nova decisão, os suspeitos passam a responder apenas por crime de peculato.

Relembre

Médicos e ex-gestores são detidos por irregularidades fiscais na Santa Casa de Guaçuí

Operação Carro de Boi: médico da Santa Casa de Guaçuí tem prisão revogada

Operação Carro de Boi: MP pede liberdade de presos investigados em Guaçuí

MPES diz que Justiça Federal deverá analisar pedidos de liberdade de presos na operação Carro de Boi

Carro de Boi: Justiça Estadual declara incompetência no processo que resultou na prisão de 11 pessoas em Guaçuí

Santa Casa de Guaçuí: Justiça Federal manda soltar investigados na operação Carro de Boi

Presos na operação ‘Carro de Boi’ em Guaçuí devem pagar hoje fiança de 10 salários mínimos

Carro de Boi: MPF não se opõe ao retorno de Valmir Santiago para a Câmara de Guaçuí

 

Publicidade