Segurança

Homem que matou amigo em Guaçuí por suposta traição da esposa é preso em Dores do Rio Preto

COMPARTILHE
delegacia de guaçuí
5857

Policiais civis da Delegacia de Polícia (DP) de Guaçuí cumpriram o mandado de prisão, na última quinta-feira (1), de J.C.M.S., de 30 anos, na loja onde ele trabalhava, no centro do município de Dores do Rio Preto. O detido é suspeito de cometer homicídio qualificado, em 2014, contra Clarindo Araújo de Jesus, de 26 anos.

Suspeito de tentativa de assalto é baleado e morto em Cachoeiro

Um homem, até o momento não identificado, foi baleado e morto na noite desta...

PM realiza mais uma apreensão de drogas com o cão Messi em Cachoeiro

Nesta quarta-feira (16), mais uma importante apreensão de drogas foi registrada pela Polícia Militar...

Segunda fase de operação da PF contra exploração sexual infantil tem alvo em Anchieta

A residência de um morador de Anchieta foi alvo da segunda etapa da "Operação Métis",...

O titular da DP de Guaçuí, delegado Vitor Leonardo Barçante, informou que o crime ocorreu no distrito de São Pedro de Rates, município de Guaçuí. “A princípio a morte foi tratada como acidente de trânsito. Contudo, a Polícia Civil suspeitou de alguns indícios encontrados no local do suposto acidente e começou a investigar”, informou o delegado.

“Após as investigações, foi constado o homicídio. A motivação do crime teria sido uma suposta traição da companheira do suspeito com a vítima. Até o momento, os dois eram amigos”, detalhou Vitor Barçante.

Continua depois da publicidade

No mesmo ano do crime, o suspeito foi preso por homicídio qualificado e liberado. “Após o julgamento pelo tribunal do júri, o detido foi condenado a 19 anos de prisão. Nesta quinta-feira, o resultado definitivo foi divulgado, diminuindo a pena para 15 anos”, relatou o delegado.

J.C.M.S. é acusado de homicídio qualificado e foi encaminhado para o Presídio Regional de Cachoeiro de Itapemirim (PRCI).

Relembre o caso

 

Publicidade