Cultura

Espetáculo teatral "A Menina que queria ser Estrela" será exibido em Rio Novo, Muqui e Vila Velha

COMPARTILHE
180
Advertisement
Advertisement

Uma menina e um sonho: ser estrela. Uma jornada pelos sonhos, pelo desconhecido, pelos medos e mentiras, pela morte. Tudo contado através de grandes aventuras, muita música, tendo o folclore brasileiro como pano de fundo.

Músicos cachoeirenses lançam clipe em homenagem aos artistas da “Capital Secreta”

Cachoeiro de Itapemirim é um berço de talentos, exportando nomes de grande peso para...

Artistas cachoeirenses se apresentam no Chile

No próximo domingo, 09, artistas de Cachoeiro se juntam a artistas chilenos e venezuelanos...

Idealizado no Sul ES, Mostra Internacional de Mulheres Capixabas na Fotografia será lançada em Bogotá

Visando sempre a inclusão de novos artistas no campo da fotografia, o Coletivo Artístico...

É essa história que a Cia. Nós de Teatro, de Cachoeiro de Itapemirim, começa a levar a partir de agosto a cinco cidades capixabas, Guaçuí e Itaguaçu já receberam a peça. A MENINA QUE QUERIA SER ESTRELA tem direção e dramaturgia de Brenda Perim e Marco Antônio Reis e circula com recursos do Funcultura através do Edital 022/2018 da Secretaria de Estado da Cultura do Estado do Espírito Santo.

O espetáculo, baseado no mito da Vitória-Régia, é contado pelo ponto de vista de uma menina. Para conseguir realizar o seu sonho – de se tornar estrela –, ela terá que desvendar os enigmas da Lua, que acabam por leva-la à múltiplas descobertas sobre a fauna, o folclore brasileiro e sobre si mesma. Contando com a ajuda de amigos que encontra em sua jornada, a menina deve superar desafios dos mais variados.

Advertisement
Continua depois da publicidade

A história é um aprendizado sobre o ser simples, sobre escutar, sobre exercitar a coragem. A floresta é o pano de fundo. Animais típicos da mata-atlântica e da floresta amazônica entram em cena. Até o lendário Boto Cor-de-Rosa aparece para tornar real o sonho daquela menina.

O projeto propõe uma circulação por cinco cidades do Espírito Santo: Guaçui, Itaguaçu, Muqui, Rio Novo do Sul e Vila Velha. Todas as apresentações serão acompanhadas por um intérprete de libras. Ações pedagógicas também integram a circulação do grupo.

“Em cada cidade realizaremos uma sensibilização com os alunos de escolas da rede pública antes de irem assistir o espetáculo. No dia seguinte, faremos a apresentação da peça com uma conversa logo após e, no terceiro e último dia, uma nova visita às escolas, onde as crianças escreverão uma carta falando sobre seus sonhos.”, conta Brenda.

“Em outras apresentações do espetáculo, onde realizamos esta ação, percebemos a dificuldade e limitação das crianças de escolas públicas em ter qualquer perspectiva sobre suas vidas, os sonhos estão limitados. Queremos, através do espetáculo, estimular a vontade de sonhar. As cartas e desenhos seguirão conosco para as próximas apresentações, onde ficarão como uma instalação na porta dos teatros.”

Advertisement

Programação 

Muqui

29 de agosto – 10 horas

Teatro Neném Paiva

Rio Novo do Sul

05 de setembro  – 15 horas

Teatro Municipal Ivo Mameri

Vila Velha

19 de setembro – 15 horas

Teatro Municipal de Vila Velha

 

Todas as entradas são gratuitas

Classificação: livre

 

Advertisement