Cidades

Empresário do ES é condenado por estelionato no setor cafeeiro

COMPARTILHE
3232

O Ministério Público do Estado do Espírito Santo (MPES), por meio da Promotoria de Justiça de Nova Venécia, denunciou um empresário por estelionato na compra e venda de café no município. A Justiça atendeu aos pedidos do MPES e condenou o acusado a uma pena de quatro anos e dois meses de reclusão, além do pagamento de 287 dias-multa no valor de um salário mínimo, equivalente a R$ 286.426,00.

Banco de Alimentos de Cachoeiro já distribuiu 170 toneladas de mantimentos neste ano

Nesta quarta-feira (16), é celebrado o Dia Mundial da Alimentação, data alusiva à fundação...

Anchieta passa a realizar licitações com foco nos empreendedores do município

As licitações da Prefeitura de Anchieta ocorrem geralmente no auditório, mas, a partir de...

Guaçuí sedia o 1º Encontro de Abrigos da região

Guaçuí recebeu a primeira edição do Encontro de Abrigos da região. O evento aconteceu...

Romulo da Fonseca Tinoco Sobrinho foi preso preventivamente em 28 de agosto de 2016 em Natal, Rio Grande do Norte, após fugir de Nova Venécia. O condenado iniciará o cumprimento da pena em regime semiaberto, mas o MPES recorrerá para o aumento da pena.

O denunciado foi acusado de praticar golpes milionários no Espírito Santo por adquirir sacas de café e não efetuar o pagamento aos agricultores. Ele também foi alvo de outras denúncias por sonegação fiscal e ainda responde a processos por crimes tributários.

Continua depois da publicidade