Cidades

Empresário do ES é condenado por estelionato no setor cafeeiro

COMPARTILHE
3150

O Ministério Público do Estado do Espírito Santo (MPES), por meio da Promotoria de Justiça de Nova Venécia, denunciou um empresário por estelionato na compra e venda de café no município. A Justiça atendeu aos pedidos do MPES e condenou o acusado a uma pena de quatro anos e dois meses de reclusão, além do pagamento de 287 dias-multa no valor de um salário mínimo, equivalente a R$ 286.426,00.

Lançamento do Giro Gastronômico da Cachoeiro Stone Fair será nesta terça (20)

Doze restaurantes de Cachoeiro de Itapemirim vão participar do Giro Gastronômico que a prefeitura...

Oportunidade: Unimed oferece capacitação gratuita para cuidadores de idosos

Com o objetivo de contribuir para a saúde da população idosa e formar profissionais...

Vazamento de gás assusta moradores de condomínio em Cachoeiro

O vazamento de gás na rede de distribuição em um condomínio no bairro São...

Romulo da Fonseca Tinoco Sobrinho foi preso preventivamente em 28 de agosto de 2016 em Natal, Rio Grande do Norte, após fugir de Nova Venécia. O condenado iniciará o cumprimento da pena em regime semiaberto, mas o MPES recorrerá para o aumento da pena.

O denunciado foi acusado de praticar golpes milionários no Espírito Santo por adquirir sacas de café e não efetuar o pagamento aos agricultores. Ele também foi alvo de outras denúncias por sonegação fiscal e ainda responde a processos por crimes tributários.

Continua depois da publicidade