Educação

Crianças podem usar a criatividade através da Educação Maker

COMPARTILHE
25

Conhecida como movimento maker, a Educação Maker é um conceito novo que tem sido adotado nas instituições de ensino do país. No entanto, por ainda ser uma novidade no âmbito educacional, há muitas dúvidas sobre o que é educação maker e qual é a sua contribuição para o aprendizado infantil. De modo geral, é possível criar espaços para as crianças trabalharem com a “mão na massa”, desenvolvendo projetos educativos de forma prática.

Prouni 2019 tem inscrições encerradas hoje (19)

Candidatos interessados têm até hoje (19) para realizar inscrição para as bolsas remanescentes do...

Prazo para alteração de dados do Enade 2019 é até 30 de agosto

Instituições de ensino superior devem corrigir os dados de estudantes e de cursos até...

Olimpíada de Língua Portuguesa: produções devem ser enviadas até 19 de agosto

Diretores de escolas públicas já podem indicar os melhores textos e documentários produzidos por...

Estes ambientes são construídos e projetados com uma infraestrutura e equipamentos que atendam às necessidades da proposta. Quando inseridas na cultura de construir projetos com as próprias mãos, as crianças exercitam a criatividade e habilidades psicomotoras e socioemocionais.

O estudante de Engenharia Elétrica Amós Costa Silva relata sua experiência como professor estagiário em uma instituição de ensino que possui um espaço voltado para a prática. “Penso que a educação maker é um forte aliado para educação pois desempenha um papel fundamental quando se trata de criatividade e trabalho em equipe. Vi alunos que não socializavam se tornarem líderes com um poder de criatividade enorme”, pontua.

Continua depois da publicidade

Atualmente, os espaços maker já englobam atividades na área da computação, mecânica, biologia, artes, química, entre outras. Dessa forma, também contribui com o desenvolvimento de conhecimentos em diferentes campos do saber.

Educação Maker na BNCC

O documento define o Pensamento Científico, Crítico e Criativo, a Empatia e Cooperação e a Responsabilidade e Cidadania como uma das dez diretrizes que devem ser introduzidas no ambiente escolar A Base Nacional Comum Curricular (BNCC) define algumas competências gerais que deverão ser trabalhadas ao longo da educação básica.

Veja abaixo outros benefícios da educação maker

 – Favorece atitudes de cooperação, responsabilidade e resiliência;

– Melhora o desempenho escolar;

– Estimula a autoconfiança;

– Contribui para o desenvolvimento do processo criativo.

 

 

Fonte: Agência Educa Mais Brasil

Publicidade