Geral

Salles diz aguardar US$ 100 bi prometidos por países no Acordo de Paris

COMPARTILHE
16

O ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, afirmou nesta terça-feira, 20, que segue aguardando os US$ 100 bilhões anuais prometidos por países em desenvolvimento aos em desenvolvimento, dentro do Acordo de Paris. A fala do ministro ocorre dias depois de Alemanha e Noruega suspenderem o apoio financeiro ao Fundo Amazônia e após o governo brasileiro ampliar as críticas à Europa sobre as questões ambientais.

PMs envolvidos em ação que matou Ágatha serão ouvidos no Rio

Os policiais militares envolvidos na ação que resultou na morte da menina Ágatha Vitória...

PM apreende 75 veículos em 'pancadões' na zona leste de São Paulo

A Polícia Militar (PM) apreendeu 75 veículos, um trailer e três CNHs durante uma...

Primavera começa hoje, mas chuvas devem se fixar apenas em outubro

A primavera começa nesta segunda-feira (23) em todo o hemisfério sul do planeta. No...

“O Brasil está indo bem nas suas metas (do Acordo de Paris); mas a Europa já disse que não vai cumprir”, disse o ministro, na abertura da 27ª Feira Internacional da Bioenergia (Fenasucro), em Sertãozinho (SP).

Indagado se o governo não temia sanções dos europeus dentro do recém-assinado acordo comercial entre Mercosul e União Europeia, Salles disse que foi o atual governo que conseguiu celebrar negociações entre os dois blocos e se manteve no Acordo Paris, mesmo com a posição inicial contrária do presidente Jair Bolsonaro.

Continua depois da publicidade

Agora, de acordo com ministro, o País “aguarda volume de recursos naquele montante”, disse. “Precisamos elencar mecanismos com volume e escalabilidade para receber esses recursos internacionais, para projetos que efetivamente contribuam para o Brasil manter sua biodiversidade. Temos certeza que estamos no caminho correto”, completou.

Salles comentou também as críticas feitas pelo ex-ministro da Agricultura Blairo Maggi, em entrevista ao jornal Valor Econômico, sobre a postura agressiva do governo atual. “Conversei com o ministro Maggi. Ele é grande aliado nosso e a preocupação dele é a mesma nossa: poder comunicar o que está sendo feito ao mudo.”

Gustavo Porto
Estadao Conteudo
Copyright © 2019 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Publicidade