Internacional

Twitter afirma que contas na China buscam gerar 'discórdia política' em Hong Kong

COMPARTILHE
7

O Twitter emitiu comunicado nesta segunda-feira no qual afirma que 936 contas da China estão “deliberada e especificamente tentando provocar discórdia política em Hong Kong, inclusive minando a legitimidade e as posições políticas do movimento de protestos” local. A companhia afirma que, a partir de “investigações intensivas”, concluiu ter “evidência confiável para corroborar que isso é uma operação coordenada com o apoio estatal”.

Sem Guaidó, parte da oposição aceita negociar com Maduro na Venezuela

Um grupo de partidos oposicionistas minoritários concordou em iniciar negociações com o governo do...

Trump: não quero guerra com ninguém, mas estamos preparados

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, afirmou que "não quer guerra com ninguém",...

Evidências mostram que armas do Irã foram usadas em ataque, diz saudita

Porta-voz militar da Arábia Saudita, o coronel Turki al-Malki afirmou nesta segunda-feira que as...

O Twitter afirma que comportamentos de manipulação não têm espaço em seu serviço, por violarem os princípios fundamentais da rede. “De nossa parte, estamos comprometidos a entender e combater como atores de má-fé usam nossos serviços”, diz a nota. A companhia ainda revelou informações sobre as contas suspeitas, como forma de melhorar a compreensão pública dessas táticas.

Equpe AE
Estadao Conteudo
Copyright © 2019 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Continua depois da publicidade