Internacional

EUA dialogam com chefe de partido governista da Venezuela

COMPARTILHE
11

Os Estados Unidos têm mantido contatos secretos com o presidente do Partido Socialista Unido da Venezuela (PSUV), Diosdado Cabello, no momento em que o círculo próximo ao presidente Nicolás Maduro busca garantias de que não será processado por supostos abusos e crimes se ceder às crescentes demandas para retirar o líder do poder, de acordo com uma graduada autoridade do governo do presidente americano, Donald Trump.

Protagonistas de levante, jovens querem maiores mudanças políticas na Bolívia

Alberto Sassín, de 21 anos, aluno do quarto ano do curso de Comunicação Social,...

Após confrontos, Evo condena repressão e pede fim do ‘massacre’

O ex-presidente da Bolívia Evo Morales condenou na sexta-feira, 15, a repressão a grupos...

Venezuela: Convocados por Guaidó, manifestantes se reúnem em Caracas

Multidões carregando bandeiras e apitos começaram a se reunir neste sábado na capital da...

Considerado o homem mais poderoso na Venezuela atrás de Maduro, Cabello se reuniu no mês passado com alguém que tem contato próximo com o governo Trump, disse a fonte. Uma segunda reunião deve ser feita, mas ainda não ocorreu.

Cabello, de 56 anos, tem visto diminuir sua influência no governo e nas forças de segurança. Mas ele é acusado pelos EUA de estar envolvido em corrupção, narcotráfico e mesmo de ameaças de morte a um senador americano. A fonte do governo americano diz que não deseja apoiar Cabello ou abrir espaço para que ele substitua Maduro. A intenção é elevar a pressão sobre o regime, já que os EUA acreditam que há divisões entre círculos ligados ao partido governista. Fonte: Associated Press.

Continua depois da publicidade

Estadao Conteudo
Copyright © 2019 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Publicidade