Internacional

EUA dialogam com chefe de partido governista da Venezuela

COMPARTILHE
10

Os Estados Unidos têm mantido contatos secretos com o presidente do Partido Socialista Unido da Venezuela (PSUV), Diosdado Cabello, no momento em que o círculo próximo ao presidente Nicolás Maduro busca garantias de que não será processado por supostos abusos e crimes se ceder às crescentes demandas para retirar o líder do poder, de acordo com uma graduada autoridade do governo do presidente americano, Donald Trump.

Sem Guaidó, parte da oposição aceita negociar com Maduro na Venezuela

Um grupo de partidos oposicionistas minoritários concordou em iniciar negociações com o governo do...

Trump: não quero guerra com ninguém, mas estamos preparados

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, afirmou que "não quer guerra com ninguém",...

Evidências mostram que armas do Irã foram usadas em ataque, diz saudita

Porta-voz militar da Arábia Saudita, o coronel Turki al-Malki afirmou nesta segunda-feira que as...

Considerado o homem mais poderoso na Venezuela atrás de Maduro, Cabello se reuniu no mês passado com alguém que tem contato próximo com o governo Trump, disse a fonte. Uma segunda reunião deve ser feita, mas ainda não ocorreu.

Cabello, de 56 anos, tem visto diminuir sua influência no governo e nas forças de segurança. Mas ele é acusado pelos EUA de estar envolvido em corrupção, narcotráfico e mesmo de ameaças de morte a um senador americano. A fonte do governo americano diz que não deseja apoiar Cabello ou abrir espaço para que ele substitua Maduro. A intenção é elevar a pressão sobre o regime, já que os EUA acreditam que há divisões entre círculos ligados ao partido governista. Fonte: Associated Press.

Continua depois da publicidade

Estadao Conteudo
Copyright © 2019 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Publicidade