Internacional

Google manipulou votos na eleição de 2016 e deveria ser processado, diz Trump

COMPARTILHE
13

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, afirmou hoje que o Google “manipulou de 2,6 milhões a 16 milhões de votos para Hillary Clinton na eleição de 2016”. Em mensagem no Twitter, Trump afirmou que o fato foi revelado por um suposto partidário da democrata Hillary, ex-primeira-dama e ex-secretária de Estado, não por um apoiador dele.

Protagonistas de levante, jovens querem maiores mudanças políticas na Bolívia

Alberto Sassín, de 21 anos, aluno do quarto ano do curso de Comunicação Social,...

Após confrontos, Evo condena repressão e pede fim do ‘massacre’

O ex-presidente da Bolívia Evo Morales condenou na sexta-feira, 15, a repressão a grupos...

Venezuela: Convocados por Guaidó, manifestantes se reúnem em Caracas

Multidões carregando bandeiras e apitos começaram a se reunir neste sábado na capital da...

“O Google deveria ser processado. Minha vitória foi ainda maior do que o pensado!”, afirmou Trump na mensagem, que ainda traz uma referência ao Judicial Watch, uma fundação conservadora que se define como apartidária e promotora da transparência e da integridade no governo.

Depois da mensagem de Trump, a ação da empresa reduziu um pouco os ganhos, mas manteve-se em patamar positivo, acompanhando o bom humor do mercado acionário americano em geral. Às 13h38 (de Brasília), o papel da Alphabet, controladora do Google, subia 2,01%.

Continua depois da publicidade

Gabriel Bueno da Costa
Estadao Conteudo
Copyright © 2019 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Publicidade