Economia

Navarro diz que os EUA não tiveram inversão da curva de juros

COMPARTILHE
16

O Diretor do Conselho de Comércio da Casa Branca, Peter Navarro, questionou a ideia de que os Estados Unidos assistiram a uma inversão da curva de juros entre os títulos de dois e dez anos. “Tecnicamente, não tivemos inversão da curva de juros”, disse, em entrevista à emissora CNBC.

Reforma administrativa pode demorar um pouco, diz Bolsonaro

O presidente da República, Jair Bolsonaro, disse neste domingo, 17, que a reforma administrativa...

Gustavo Werneck, da Gerdau: Choque digital como questão de sobrevivência

Como uma empresa da chamada "economia real" lida com as mudanças de um mundo...

Custo de um filho em São Paulo pode variar 104 vezes, dependendo do bairro

Giuliana Pierri e Luciene Bertolazi estão separadas por apenas 22 quilômetros. Mas não poderiam...

Para Navarro, o spread negativo entre os rendimentos dos dois títulos – o que foi interpretado pelo mercado como um sinal de recessão – foi muito estreito. “Uma curva de rendimento invertida requer um grande spread entre curto e longo prazos”, comentou. “O que tivemos foi uma curva plana, que é um sinal muito fraco de qualquer possibilidade”.

O alto funcionário da Casa Branca ainda contestou os efeitos das retaliações tarifárias mútuas entre EUA com a China. “Estamos vencendo”, declarou, em referência à guerra comercial.

Continua depois da publicidade

Eduardo Gayer
Estadao Conteudo
Copyright © 2019 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Publicidade