Política Nacional

Araújo diz que Eduardo Bolsonaro é a 'melhor pessoa' para assumir embaixada

COMPARTILHE
10

O ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, reafirmou nesta quinta-feira, 15, que acredita que o filho do presidente da República, Jair Bolsonaro, o deputado Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) é a “melhor pessoa” para assumir a embaixada dos Estados Unidos. O governo ainda não oficializou a indicação de Eduardo.

Governo revoga licitação de jornais e revistas que excluiu 'Folha de S.Paulo'

O governo federal revogou licitação que contrataria o fornecimento de acesso digital a jornais...

Perito preso pela Lava Jato tinha 'boas relações' com juízes, afirma delator

O perito Charles William, preso na Lava Jato por emitir laudos favoráveis a empresas...

Correção: Assembleia de SP é fechada ao público após sessão tumultuada

O título e o 1º parágrafo da matéria enviada anteriormente foram atualizados. Segue texto...

Araújo participou hoje de uma sessão solene em Homenagem ao Dia da Imigração Chinesa no Brasil, na Câmara, e na saída foi questionado sobre quando o governo fará a indicação, mas não respondeu a pergunta.

O ministro também foi questionado se a demora na indicação oficial é medo de que Eduardo possa sofrer uma derrota no Senado, que precisa aprovar a medida. “Não. De forma nenhuma”, respondeu Araújo.

Continua depois da publicidade

Na última quinta-feira, 9, os Estados Unidos formalizaram o aval para a indicação de Eduardo Bolsonaro para ser o embaixador do Brasil em Washington. Agora, cabe ao governo brasileiro oficialização no diário oficial a escolha do filho do presidente para o posto diplomático.

Ontem, Eduardo defendeu a sinergia entre diplomacia e defesa nacional ao discursar na abertura do Seminário “Desafios à Defesa Nacional e o papel das Forças Armadas”, realizado na Câmara. “O próprio Frederico II, conhecido como O Grande, disse certa vez que ‘diplomacia sem armas é como música sem instrumentos'”, afirmou.

Araújo comentou ainda sobre o futuro do Mercosul caso Alberto Fernández vença a eleição presidencial na Argentina. “Temos que ver qual a plataforma que eles trariam nesta hipótese”, disse apenas.

Camila Turtelli
Estadao Conteudo
Copyright © 2019 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Publicidade