Economia

Taxa de desocupação foi de 10,3% para homens e 14,1% para mulheres, diz IBGE

COMPARTILHE
7

A taxa de desemprego entre as mulheres brasileiras foi de 14,1% no segundo trimestre do ano, significativamente superior à taxa de desocupação de 10,3% dos homens. Na média global, a taxa de desemprego foi de 12,0% no segundo trimestre. Os dados são da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua) divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Inflação anual ao produtor alemão desacelera a 1,1% em julho

A taxa anual de inflação ao produtor da Alemanha, medida pelo índice conhecido como...

BNDES divulga lista de 134 compradores de jatinhos da Embraer, de 2009 a 2014

Com a justificativa de que pretende ser mais transparente, o Banco Nacional do Desenvolvimento...

FGTS vai distribuir 100% do lucro em 2018, que soma R$ 12,2 bilhões

O Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) vai distribuir a seus cotistas...

As taxas de desemprego mais elevadas entre as mulheres foram observadas em todas as grandes regiões. As mulheres também se mantiveram como maioria na população fora da força de trabalho (64,6%) no País.

O rendimento médio dos homens foi de R$ 2.521 no segundo trimestre, contra uma renda média de R$ 1.991 recebida pelas mulheres. Na média global, o rendimento médio dos ocupados foi de R$ 2.290.

Continua depois da publicidade

O porcentual de mulheres na população desocupada no segundo trimestre de 2019 foi de 52,8%. O nível da ocupação dos homens foi estimado em 64,3%, enquanto o das mulheres ficou em 45,9%.

Daniela Amorim
Estadao Conteudo
Copyright © 2019 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Publicidade