Economia

IGP-10 de agosto cai 0,47% ante alta de 0,61% em julho, aponta FGV

COMPARTILHE
4

O Índice Geral de Preços – 10 (IGP-10) caiu 0,47% em agosto, após ter aumentado 0,61% em julho, informou a Fundação Getulio Vargas (FGV). O resultado anunciado nesta quinta-feira, 15, ficou dentro das estimativas dos analistas do mercado financeiro ouvidos pelo Projeções Broadcast, que esperavam desde uma queda entre 1,00% a uma alta de 0,09%, com mediana negativa de 0,28%.

BB passa a oferecer taxas de acordo com prazo de financiamento imobiliário

O Banco do Brasil anunciou nesta terça-feira novas taxas para financiamento imobiliário, com taxas...

Bradesco diz que pode oferecer crédito imobiliário com IPCA, mas cita riscos

O diretor executivo e de Relações com Investidores do Bradesco, Leandro Miranda, disse que...

Bolsas de NY recuam com maior cautela e aguardo por sinais do Fed em Jackson Hole

As principais bolsas de Nova York fecharam no vermelho, revertendo parcialmente as altas registradas...

Quanto aos três indicadores que compõem o IGP-10 de agosto, os preços no atacado medidos pelo IPA-10 tiveram redução de 0,83% no mês, ante uma elevação de 0,72% em julho. Os preços ao consumidor verificados pelo IPC-10 apresentaram crescimento de 0,24% em agosto, após a elevação de 0,07% em julho. Já o INCC-10, que mede os preços da construção civil, teve aumento de 0,35% em agosto, depois de um avanço de 1,08% em julho.

O IGP-10 acumulou um aumento de 3,92% no ano. A taxa em 12 meses ficou positiva em 5,20%.

Continua depois da publicidade

O período de coleta de preços para o indicador de agosto foi do dia 11 de julho a 10 deste mês.

IPAs

Os preços agropecuários recuaram 1,70% no atacado em agosto, após uma alta de 0,96% em julho, dentro do Índice Geral de Preços – 10 (IGP-10).

Já os preços dos produtos industriais tiveram queda de 0,55% este mês, depois da elevação de 0,65% no atacado em julho.

Dentro do Índice de Preços por Atacado segundo Estágios de Processamento (IPA-EP), que permite visualizar a transmissão de preços ao longo da cadeia produtiva, os preços dos bens finais tiveram redução de 0,73% em agosto, ante um avanço de 0,01% em julho.

Os preços dos bens intermediários caíram 1,00% em agosto, após aumento de 0,83% no mês anterior.

Já os preços das matérias-primas brutas apresentaram redução de 0,77% em agosto, depois da expansão de 3,34% em julho.

Daniela Amorim
Estadao Conteudo
Copyright © 2019 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Publicidade