Economia

Preços de moradias na China têm avanço anual de 10,1% em julho

COMPARTILHE
17
Advertisement
Advertisement

O crescimento dos preços de moradias na China apresentou moderação em julho, à medida que o governo sinalizou controles de propriedade mais rígidos. Os preços subiram, em média, 10,1% na comparação anual de julho nas 70 principais cidades da China, de acordo com cálculos do Wall Street Journal com base em dados divulgados nesta quinta-feira pelo Escritório Nacional de Estatísticas (NBS, na sigla em inglês) do país. Assim, houve moderação em relação à alta de 10,8% verificada em junho. Em relação ao mês anterior, os preços médios das moradias aumentaram 0,6% em julho.

BC/Mello: não proibimos pagamento via WhatsApp; houve suspensão

O diretor de Organização do Sistema Financeiro do Banco Central, João Manoel Pinho de...

BC quer que todos participem do PIX e que o custo seja barato, diz diretor

O diretor de Organização do Sistema Financeiro do Banco Central, João Manoel Pinho de...

Petrobras tem situação financeira mais segura que seus pares na AL, diz Moody's

As medidas tomadas pelas empresas de petróleo e gás da América Latina para proteger...

Entre as principais cidades chinesas, os preços das moradias subiram 0,6% em Pequim, enquanto os de Xangai caíram 0,1% – ambos na passagem de junho para julho. A cidade com o crescimento mais rápido na base mensal foi Pingdingshan, onde os preços das moradias avançaram 1,6%.

Entre junho e julho, os preços das residências subiram em 60 das 70 cidades. Em julho, houve alta nos preços em 63 municípios chineses. Fonte: Dow Jones Newswires.

Advertisement
Continua depois da publicidade

Estadao Conteudo
Copyright © 2019 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Advertisement

Advertisement

Ajude o bom jornalismo a nunca parar! Participe da campanha de assinaturas solidárias do AQUINOTICIAS.COM. Saiba mais.