Economia

Preços de moradias na China têm avanço anual de 10,1% em julho

COMPARTILHE
10

O crescimento dos preços de moradias na China apresentou moderação em julho, à medida que o governo sinalizou controles de propriedade mais rígidos. Os preços subiram, em média, 10,1% na comparação anual de julho nas 70 principais cidades da China, de acordo com cálculos do Wall Street Journal com base em dados divulgados nesta quinta-feira pelo Escritório Nacional de Estatísticas (NBS, na sigla em inglês) do país. Assim, houve moderação em relação à alta de 10,8% verificada em junho. Em relação ao mês anterior, os preços médios das moradias aumentaram 0,6% em julho.

Câmara rejeita MP que destina R$ 3,5 bi à Eletrobras

Depois de mais de quatro horas de deliberação, o plenário da Câmara rejeitou a...

Caixa: recálculo da prestação de contratos imobiliários pelo IPCA será mensal

O vice-presidente da Habitação da Caixa Econômica Federal, Jair Mahl, esclareceu que o...

MRV: Nova modalidade de crédito imobiliário da Caixa beneficia diversificação

Em comunicado ao mercado, a MRV afirma que a nova modalidade de crédito apresentada...

Entre as principais cidades chinesas, os preços das moradias subiram 0,6% em Pequim, enquanto os de Xangai caíram 0,1% – ambos na passagem de junho para julho. A cidade com o crescimento mais rápido na base mensal foi Pingdingshan, onde os preços das moradias avançaram 1,6%.

Entre junho e julho, os preços das residências subiram em 60 das 70 cidades. Em julho, houve alta nos preços em 63 municípios chineses. Fonte: Dow Jones Newswires.

Continua depois da publicidade

Estadao Conteudo
Copyright © 2019 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Publicidade