Economia

Câmara rejeita destaque sobre falências à MP da Liberdade Econômica

COMPARTILHE
15
Advertisement
Advertisement

O plenário rejeitou o destaque do PT à Medida Provisória 881, a chamada MP da Liberdade Econômica. Foram 282 votos para derrubar o pedido, contra 102. O pedido do partido tratava de falências e retirava o artigo que impedia a desconsideração do grupo econômico por “mera existência”, sendo necessário que seja caracterizado desvio de finalidade e confusão patrimonial entre as empresas do grupo.

Mourão diz não ter posição sobre CMPF e defende discussão do tema no Congresso

O vice-presidente Hamilton Mourão afirmou na noite desta segunda-feira, 13, não ter uma posição...

Abrasel: Fim de semana com restaurantes abertos mantém faturamento 85% abaixo

O primeiro final de semana com bares e restaurantes abertos em São Paulo manteve...

Cyrela: vendas líquidas no 2º trimestre somam R$ 818 milhões, queda de 57,3%

Em suas prévias operacionais do segundo trimestre de 2020, a Cyrela registrou uma...

Na sequência, será analisado um destaque do PSOL. A proposta do partido retira do texto da MP a autorização de trabalho aos domingos e feriados. Como esse destaque é supressivo, os que forem a favor de manter o texto da medida provisória como foi aprovado, precisarão votar sim.

Depois, há ainda 6 outros destaques na fila, que precisaram ser analisados um a um.

Advertisement
Continua depois da publicidade

Camila Turtelli, Lorenna Rodrigues, Amanda Pupo e Mariana Haubert
Estadao Conteudo
Copyright © 2019 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Advertisement

Advertisement

Ajude o bom jornalismo a nunca parar! Participe da campanha de assinaturas solidárias do AQUINOTICIAS.COM. Saiba mais.