Economia

Câmara rejeita destaque sobre falências à MP da Liberdade Econômica

COMPARTILHE
10

O plenário rejeitou o destaque do PT à Medida Provisória 881, a chamada MP da Liberdade Econômica. Foram 282 votos para derrubar o pedido, contra 102. O pedido do partido tratava de falências e retirava o artigo que impedia a desconsideração do grupo econômico por “mera existência”, sendo necessário que seja caracterizado desvio de finalidade e confusão patrimonial entre as empresas do grupo.

PMs e bombeiros terão regras duras de inatividade, mas benefício integral

A inclusão de policiais e bombeiros militares na reforma das Forças Armadas deve render...

Juros sobem, mas correção é limitada por cenários de inflação e Selic

Um movimento de realização de lucros sustentou os juros futuros em alta durante a...

Real tem pior desempenho mundial pelo segundo dia seguido e dólar vai a R$ 4,16

O real teve novo dia de piora forte ante o dólar nesta terça-feira e...

Na sequência, será analisado um destaque do PSOL. A proposta do partido retira do texto da MP a autorização de trabalho aos domingos e feriados. Como esse destaque é supressivo, os que forem a favor de manter o texto da medida provisória como foi aprovado, precisarão votar sim.

Depois, há ainda 6 outros destaques na fila, que precisaram ser analisados um a um.

Continua depois da publicidade

Camila Turtelli, Lorenna Rodrigues, Amanda Pupo e Mariana Haubert
Estadao Conteudo
Copyright © 2019 Estadão Conteúdo. Todos os direitos reservados.

Publicidade