Política Regional

Após omissão na prestação das contas de 2018, prefeito de São José do Calçado é notificado

COMPARTILHE
398

O Tribunal de Contas do Espírito Santo (TCE) decidiu que no prazo máximo de cinco dias, improrrogáveis, o prefeito de São José do Calçado, José Carlos Almeida, encaminhe a prestação de contas referente ao exercício 2018. Caso não atenda a determinação, ele poderá ser multado.

Alexandre Bastos busca um novo partido para disputar a Prefeitura de Cachoeiro

Nome de peso no PSB de Cachoeiro de Itapemirim, sigla onde se elegeu em...

Alexandre Bastos renuncia à presidência do PSB e confirma ser pré-candidato a prefeito de Cachoeiro

Vereador há seis mandatos consecutivos e suplente de deputado estadual, Alexandre Bastos anunciou nesta...

Crime eleitoral: 12 servidores da Prefeitura de Itapemirim terão que prestar esclarecimentos na Polícia Federal

A Polícia Federal intimou 12 servidores da Prefeitura de Itapemirim para prestarem esclarecimentos em...

O Processo Nº 09094/2019-5, começou a tramitar no Tribunal por conta da omissão do gestor na prestação de contas. Uma notificação já havia sido feita ao prefeito anteriormente.

A Corte ressalta que obrigação do chefe do Poder Executivo “a prestação de contas, divulgando cada um de seus atos e justificando suas motivações, trata-se de um dos pilares do regime democrático, a exigência da “satisfação” é antiga e tem crescido cada vez mais, de forma moral e legal”.

Continua depois da publicidade

A 2ª Câmara, do TCE, em sessão realizada no dia 3 deste mês, por unanimidade decidiu notificar José Carlos Almeida. A decisão foi publicada no Diário Oficial de terça-feira.

Ataque ao sistema

Por telefone, o prefeito disse que um ataque de hackers ao sistema da Prefeitura impossibilitou o envio da prestação de contas dentro do prazo determinado. “Foi muito difícil cumprir a legislação por conta deste ataque. Nós tínhamos perdido todos os dados da Prefeitura, mas agora conseguimos recuperá-los. No dia 1º deste mês conseguimos enviar a prestação de contas de 2018”, disse José Carlos.

Publicidade